Páginas

sábado, 24 de março de 2018

Advertência de Maia a Temer: Não serei refém do MDB

Pré-candidato, presidente da Câmara rechaçou ideia de 'aceitar o que o entorno do Michel quer'
Pablo Rodrigo – Folha de S.Paulo
O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou que manterá a sua candidatura à Presidência da República e sua independência em relação ao presidente Michel Temer (MDB). "Submissão e ser refém do jogo político do MDB não me interessam", disse Maia ao chegar ao encontro do Democratas, em Cuiabá, nesta sexta-feira (23).
Maia demonstrou insatisfação com o núcleo político do presidente Temer, que vem criticando seu projeto político. Segundo Maia, alguns auxiliares querem uma submissão do presidente da Câmara ao presidente.
"Isso nunca existiu e nunca existirá", afirma. "Não me interessa fazer parte desse círculo, desse projeto onde você é obrigado a aceitar o que o entorno do Michel quer."
No mesmo dia em que Temer declarou que será candidato para defender o próprio governo, Maia voltou a dizer que a sua candidatura representa o novo e que nunca foi uma pessoa 100% ligada ao presidente.
"Sempre tivemos uma boa relação, mas nunca fomos grandes aliados. Inclusive ele foi vice da Dilma duas vezes", lembrou.
Rodrigo Maia disse ainda que mantém uma relação boa com Temer e lembrou que nunca fez uma movimentação para derrubá-lo durante a votação que não autorizou o STF (Supremo Tribunal Federal) a investigá-lo.
"O entorno dele [Temer] se movimentou muito pelo impeachment da Dilma. A situação de radicalismo entre MDB e PT no plenário da Câmara hoje e em todo o Brasil se deve muito a isso."
A candidatura de Rodrigo Maia foi lançada no início do mês, durante convenção do partido em Brasília.
Em Mato Grosso, Maia também recebeu o apoio formal do ministro da Agricultura, Blairo Maggi (PP-MT). "O meu partido apoia, portanto eu apoio."
Questionado se aceitaria ser vice na chapa de Temer, foi direto: "Não existe a menor chance".

Do Magno Martins

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Cinco vereadores são afastados por suspeita de integrar esquema de 'funcionários fantasmas' em Pernambuco

Policiais civis cumprem mandados de busca e apreensão em operação que tem como um dos alvos a Câmara de Vereadores do Cabo de Santo Agost...

Matérias mais vistas