Páginas

quinta-feira, 1 de março de 2018

Collor festeja resultado de pesquisa em Alagoas

ÉPOCA - Murilo Ramos
O senador Fernando Collor de Mello (PTC-AL) comemorou o resultado de uma pesquisa de intenção de votos para presidente da República realizada em Maceió, capital alagoana, entre os dias 23 e 25 de fevereiro. Isso porque ele aparece em segundo lugar com 12,5%. Está atrás somente de Lula: 28,5%.
Collor, no entanto, é o segundo mais rejeitado. Entre os entrevistados, 8,5% disseram que não votariam nele de jeito nenhum. O campeão de rejeição é Lula: 8,5%.  
Em pesquisas nacionais, Collor surge com 1% das intenções de voto. 
A pesquisa foi realizada pela Falpe Pesquisas com 3 mil pessoas.
Enquanto isso, o ministro Herman Benjamin, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), determinou a notificação do governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel, e demais para que eles contestem, num prazo de 15 dias, a denúncia da Procuradoria-Geral da República derivada da Operação Acrônimo, da Polícia Federal. O petista foi acusado pelo Ministério Público Federal de solicitar e receber propina de R$ 2 milhões da montadora de veículos Caoa, em troca da concessão de benefícios tributários para a empresa. Entre os acusados estão o delator Benedito Rodrigues de Oliveira Neto, conhecido como Bené, e o empresário Carlos Alberto de Oliveira Andrade, dona da montadora.
Uma questão suscitada nos autos atrasou a tramitação do caso: a autorização da Assembleia Legislativa de Minas para processar o governador. A controvérsia foi tema de julgamento no  Supremo Tribunal Federal (STF), que conclui ser desnecessária o aval prévio dos deputados estaduais. 

Do Magno Martins.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Edson Vieira pede ‘lealdade e fidelidade’ de Armando Monteiro após declarar apoio

Escolhido como candidato a governador apoiado pelo grupo boca-preta em Santa Cruz do Capibaribe, Armando Monteiro (PTB) prestigiou, n...

Matérias mais vistas