Páginas

terça-feira, 20 de março de 2018

Coluna do blog desta terça-feira

Com decisão do TSE, caminho fica livre pra FBC disputar o governo
Chegou ao fim na noite de ontem a batalha jurídica travada entre o vice-governador Raul Henry e o senador Fernando Bezerra Coelho pelo comando estadual do MDB. A guerra de liminares foi interrompida com a decisão do ministro do TSE, Admar Gonzaga, que autorizou o MDB nacional a proferir o processo de dissolução, consolidando o que todo mundo já sabia, de que no fim das contas Fernando teria o comando do partido.
A estratégia de Jarbas e Raul foi inteligente, pois tentou fragilizar ao máximo a situação de Fernando nesta questão, uma vez que se já tivesse assumido o comando do partido no ano passado, o senador teria maior força para construir a sua pré-candidatura e alinhar o partido que é um dos mais fortes em termos de tempo de televisão e de fundo partidário para a disputa deste ano.
Porém, Jarbas e Raul apostavam em levar esta confusão até o dia 7 de abril, quando findará o prazo de filiação, o que evidentemente deixaria Fernando de mãos atadas para construir o partido. Como a situação tende a ser resolvida hoje no diretório do MDB, Fernando ganha 18 dias para convencer muita gente a se filiar ao partido, tanto candidatos a deputado estadual e federal como prefeitos, e não restará mais nenhuma dúvida quanto a sua postulação ao Palácio do Campo das Princesas.
Esses 18 dias conquistados por Fernando darão a musculatura necessária para que ele possa colocar o bloco na rua de forma mais consistente, e terá entre abril e agosto, as condições políticas para tentar atrair novos partidos, uma vez que suas articulações terão o combustível da caneta do governo federal. A decisão do TSE tem impacto direto na equação da eleição, uma vez que no meio do mandato de senador e com o MDB para chamar de seu, Fernando não tem qualquer motivo para ficar de fora da disputa pelo Palácio do Campo das Princesas, o que sempre foi o seu sonho desde que entrou na vida pública.
Fernando com o MDB em mãos demonstra força política, e evidencia que quem tem sorte puxa por ela, pois contrariou quase todos os prognósticos que davam a batalha como perdida, devido a situação da briga jurídica que vinha lhe dando sucessivos reveses na justiça estadual, mas que quando chegou em Brasília, a conta ficou ao seu favor. O jogo para Fernando não foi fácil, mas a jogada audaciosa e vitoriosa no caso do MDB faz com que a partir de agora os políticos passem a lhe observar com outros olhos.
Filiação – Ocorrerá nesta terça-feira o ato de filiação do presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco, deputado Guilherme Uchoa e do pré-candidato a deputado federal Junior Uchoa ao PSC. O evento será no Hotel Barramares em Piedade e contará com a presença de diversas lideranças políticas, dentre elas o prefeito Anderson Ferreira, o deputado André Ferreira e o ex-deputado Manoel Ferreira.
Caravana – O governador Paulo Câmara acompanha, nesta terça-feira, mais uma reunião da Pactuação de Metas 2018 da Secretaria Estadual de Educação (SEE), desta vez, no município de Timbaúba, Zona da Mata do Estado. Paulo aproveita a oportunidade para visitar também os polos da Caravana da Educação, um circuito de atividades pedagógicas, culturais, esportivas e de orientações aos estudantes, que acontecem no mesmo dia com a participação da comunidade escolar. A edição de abertura foi realizada em Limoeiro, no Agreste Setentrional, na última sexta-feira.
Aprovação – O Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PE) aprovou por unanimidade, nesta segunda-feira (19), a prestação de contas de campanha do prefeito de Olinda, Professor Lupércio (Solidariedade), referentes ao ano de 2016. Por sete votos, a corte do órgão decidiu manter decisão favorável ao atual gestor.
Inverno –  O prefeito Geraldo Julio lança, na manhã desta terça-feira (20), a Operação Inverno 2018. O trabalho de prevenção acontece antes do início do período chuvoso e vai envolver 10 secretarias e órgãos municipais. Profissionais de várias áreas estarão envolvidos no trabalho. Ao todo serão 6.480 servidores, entre engenheiros civis, médicos, assistentes sociais, psicólogos, enfermeiros, motoristas, guardas municipais, agentes de trânsito e profissionais da área de manutenção e limpeza urbana.
RÁPIDAS
Contas – As contas em Brasília giram em torno de 12 federais para o chapão da Frente Popular, 6 na chapinha liderada pelo PP e 6 na liderada pelo PTB. O da Frente Popular deverá eleger com 100 mil votos, a chapinha com 70 mil e a oposição com 90 mil. A vigésima quinta vaga pode oscilar entre as três principais chapas ou cair numa outra chapinha que poderia eleger um federal com 40 mil votos.
Êxodo – O vereador do Recife Marco Aurélio, entusiasta da candidatura de Fernando Bezerra Coelho a governador, acredita que com a definição do MDB a favor do senador, o caminho ficará livre para que aqueles que estão cansados, magoados e desprestigiados pelo atual governo migrarão para o projeto de FBC em revoada porque ele é o político que mais se aproxima do jeito Eduardo Campos de fazer política que marcou história em Pernambuco.
Inocente quer saber – Qual será a decisão da oposição sobre as candidaturas com Fernando Bezerra Coelho tendo o comando do MDB?

Do Edmar Lyra

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Adolescente criminoso troca tiros com policiais e acaba capturado

Na manhã desta quarta-feira (18) uma troca de tiros foi registrada em Santa Cruz do Capibaribe. De acordo com as primeiras informações,...

Matérias mais vistas