Páginas

quarta-feira, 7 de março de 2018

MULHER DE SÃO DOMINGOS DIAGNOSTICADA COM CÂNCER FAZ APELO AO GOVERNO DE PERNAMBUCO

 A vida de Keila Martins Patrícia de Souza Silva, de 29 anos de idade, residente em São Domingos distrito do Brejo da Madre de Deus, Agreste Central de Pernambuco, tem sido uma batalha a cada dia, isso desde que foi diagnosticada com câncer do tipo ‘Melanoma Maligno’ considerado muito agressivo a pela equipe médica do Hospital do Câncer de Pernambuco.
 A história de Keila veio ao conhecimento da sociedade após algumas campanhas beneficentes que tiveram o objetivo de arrecadar recursos para a compra dos medicamentos da paciente, que superam o valor de R$ 18 mil cada caixa que é suficiente para pouco mais de 20 dias.
 Ao mesmo tempo em que a família e amigos se empenhavam para levantar o dinheiro de comprar os medicamentos, também travavam uma batalha na justiça para que o Governo do Estado disponibilizasse os medicamentos necessários para o tratamento de forma gratuita.
 No dia 01 de fevereiro, o juiz da Vara daFazenda Pública, Dr. Moacir, da Comarca de Santa Cruz do Capibaribe, proferiusua decisão em favor de Keila Patrícia, determinando que o Estado fornecesse em um prazo de 48 horas a contar da intimação da decisão, sob pena por descumprimento, do bloqueio de bens.
 Mas para quem pensava que o drama da família se acabaria com a decisão judicial, se enganou, já que após 35 dias da decisão, o Governo de Pernambuco ainda não cumpriu com a ordem judicial e as caixas do medicamento de Keila, obtidas através de campanhas, estão acabando.
 Em um vídeo, Marcelo – cunhado da paciente – fala sobre o drama e agradece também a todos que tem colaborado.
 “Ela foi acometida um Melanoma de Pele em 2016, fez o tratamento e se recuperou, mas agora, final de 2017 ele voltou mais agressivo e ela sentiu algumas dores, alguns incômodos, ela voltou para o HCP e os médicos constataram que o CA dela deu metástase (quando o câncer se espalha além do local onde iniciou-se), as células desceram e se alojaram no pulmão, fígado, rins e no ovário dela. O único meio de ser revertido era o uso do esse tratamento, pois quimioterapia e radioterapia não resolve o problema de Keila Patrícia... A gente fez campanha, arrecadou, muita gente ajudou e conseguimos comprar dois tipos de medicamentos que foram prescritos, primeiro compramos um que foi R$ 18.100,00 depois compramos outro que foi R$ 25.386,00, mas infelizmente esse medicamento acaba muito rápido, dar apenas para 21 dias, cada um desses medicamentos, mas de coração, agradecemos a todos”.
 Keila Patrício no mesmo vídeo faz um apelo e tenta sensibilizar o Governo do Estado:
 “Peço que o governo assine para mim poder continuar tomando os comprimidos e ir pra casa cuidar dos meus filhos, isso é muito importante”, suplicou.
Assista o vídeo:

Do: Agreste Notícia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Nasce o rim biônico para dizer adeus à máquina de hemodiálise

Cientistas dos Estados Unidos estão preparando um rim artificial para implantar em doentes renais. Ele funcionará segundo a pulsação do c...

Matérias mais vistas