Páginas

terça-feira, 10 de abril de 2018

Oposições acham mais fácil vencer com candidato único

Armando Monteiro Neto não está preocupado com o eventual apoio do PT a Paulo Câmara
Inaldo Sampaio – Coluna Fogo Cruzado
Está de pé o compromisso das Oposições de até o próximo dia 30 apresentarem aos pernambucanos a chapa que irá concorrer ao Governo do Estado e às duas vagas do Senado. O senador Armando Monteiro garante que nenhum nome está escolhido e que todos se encontram em igualdade de condições – ele próprio, o senador Fernando Bezerra, os deputados Bruno Araújo e Mendonça Filho e os ex-governadores João Lyra Neto e Joaquim Francisco.
Por lógico, o lançamento de três chapas – a do governador e outras duas de oposição – tornaria mais fácil o segundo turno, mas esse não é o entendimento dos líderes oposicionistas. Eles estão convencidos de que é melhor para a causa uma chapa única porque a unidade política do bloco repercute positivamente no eleitorado.
O petebista é o líder das intenções de voto nesse campo, mas ainda não se coloca como candidato, aguardando o entendimento, que certamente ocorrerá, com as outras forças da oposição, até o final deste mês. Ele não considera o senador Fernando Bezerra Coelho excluído do páreo, apesar de o partido a que pertence (MDB) encontrar-se no momento sob controle do vice-governador Raul Henry, que integra Frente Popular.
E não manifesta preocupação com um eventual apoio do PT à reeleição de Paulo Câmara dizendo que o povo é testemunha do que um disse do outro nas duas últimas eleições. Está convicto de que o “ciclo do PSB” está-se encerrando e que a maioria dos pernambucanos quer um novo projeto.

Do Magno Martins

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Bando liderado por empresário pernambucano movimentou R$ 130 milhões em lavagem de dinheiro e agiotagem

  Nos endereços alvos foram apreendidos veículos, valores em espécie, cheques bancários, armas de fogo, jóias e bens de luxo - Fotos: Divulg...

Matérias mais vistas