Páginas

quarta-feira, 9 de maio de 2018

13 prefeitos são investigados em contratos de R$ 1,6 bi

A Operação Prato Feito investiga 65 contratos suspeitos, cujos valores totais ultrapassam R$ 1,6 bilhão, em 30 cidades dos estados de São Paulo, Paraná, Bahia e Distrito Federal.  De acordo com a Polícia Federal, cinco grupos criminosos são suspeitos de desviar recursos da União para a educação destinados ao fornecimento de merenda escolar, uniformes, material didático e outros serviços.
Ao menos 85 pessoas estão envolvidas nos esquemas: 13 prefeitos, 4 ex-prefeitos, 1 vereador, 27 agentes públicos não eleitos e outras 40 pessoas da iniciativa privada, segundo a PF. São cumpridos 154 mandados de busca e apreensão, além de afastamentos preventivos de agentes públicos e decisões de suspensão de contratação com o poder público referentes a 29 empresas e seus sócios.
O Tribunal Regional Federal da 3ª Região negou 62 pedidos de prisão feitos pela PF. Os investigados podem responder pelos crimes de fraude a licitações, associação criminosa, corrupção ativa e corrupção passiva, com penas que variam de 1 a 12 anos de prisão.


O inquérito policial foi instaurado em 2015, a partir de informação apresentada pelo Tribunal de Contas da União relatando a possíveis fraudes em licitações de fornecimento de merenda escolar em diversos municípios paulistas.

Do Magno Martins

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

PRF apreende adolescente com 44 pássaros silvestres em Recife

  Três aves morreram durante transporte na mala de um carro Um adolescente de 16 anos que transportava 44 pássaros silvestres foi apreendido...

Matérias mais vistas