Páginas

sexta-feira, 25 de maio de 2018

Coluna do blog desta sexta-feira

Disputa pelo Senado está completamente aberta 
Se na disputa pelo governo de Pernambuco há um encaminhamento de reedição da disputa de 2014 com Paulo Câmara e Armando Monteiro, o embate para o Senado tem pelo menos cinco nomes com chances de disputar quatro vagas nas chapas majoritárias. Na chapa liderada por Paulo Câmara, o sentimento é o de que Humberto Costa credenciou-se para ser um dos dois candidatos a senador porque é a única justificativa plausível para a retirada da candidatura de Marília Arraes ao governo.
Já na chapa de Armando Monteiro, o nome de Mendonça Filho ficou definido como o primeiro nome para o posto, uma vez que foi a condição colocada por Armando para novamente entrar no páreo. Mendonça foi um excelente ministro e construiu boa relação com prefeitos de todo o estado por sua postura republicana de atender a todos sem qualquer distinção. Isso tem credenciado Mendonça para ser um competitivo nome ao Senado.
As outras duas vagas oscilam entre três nomes que almejam o cargo. O deputado estadual André Ferreira negocia tanto com Paulo Câmara quanto com Armando Monteiro. Ele representa o segmento evangélico e crê que poderá exercer o posto de fiel da balança para determinar o vencedor no pleito de outubro e tem aguardado o desfecho das chapas para decidir o seu destino na disputa de outubro.
O deputado federal Jarbas Vasconcelos por ser filiado ao MDB e ter a representatividade política no estado é a primeira opção de Paulo Câmara para fechar a conta da chapa, e somente não será candidato se não quiser. O também deputado federal Silvio Costa trabalha no sentido de credenciar-se na chapa de Armando Monteiro, mas só se viabilizará se por algum motivo André Ferreira optar por ficar com Paulo Câmara.
Com Humberto e Mendonça encaminhados na disputa e indicativos de Jarbas, André ou Silvio consolidando-se no páreo, o pleito de senador depois de 24 anos parece ter uma eleição novamente aberta para a Câmara Alta. Foi em 1994 que Miguel Arraes elegeu-se e tivemos as vitórias de Carlos Wilson e Roberto Freire de chapas distintas para o pleito. O risco de haver votos casados de chapas distintas é muito alto. Por exemplo: Silvio Costa e Humberto Costa para quem for mais alinhado com o PT, e Jarbas Vasconcelos e Mendonça Filho para o eleitor antipetista, ou no caso de André Ferreira ser beneficiado pelo crescente segmento evangélico no estado.
Essas nuances da disputa pelo Senado, principalmente Mendonça e Jarbas que sempre foram aliados disputarem em palanques opostos, e Jarbas e Humberto estarem no mesmo palanque depois de se engalfinharem por anos, fazem da eleição de senador a mais imprevisível dos últimos anos em Pernambuco.
Milton Coelho – A pré-candidatura de Milton Coelho a deputado federal vem ganhando espaço em várias regiões do estado, fato que tem o colocado como uma das principais apostas do PSB para a Câmara dos Deputados. Milton já foi vice-prefeito do Recife e até abril respondia pela secretaria de Administração, sendo um dos mais importantes auxiliares do governador Paulo Câmara.
Estadual – O ex-prefeito do Recife, João Paulo, está decidido que será candidato a deputado estadual. Apesar de ter votos para se eleger deputado federal, João Paulo prefere o mandato na Assembleia Legislativa de Pernambuco, onde ficará mais próximo do Recife e credenciar-se para projetos maiores na capital.
Apoio – O pré-candidato a senador Antonio Souza prestigiou ontem a posse do novo comando do PTC em Pernambuco. O partido, que é um dos seis que o apoiarão, será presidido pelo ex-vereador de Araripina Zé Bolacha. Antonio está se tornando a principal novidade de fora da política nesta fase de pré-campanha de senador.
Federal – Com a eminente retirada do páreo para governadora, a vereadora do Recife Marília Arraes será obrigada a preparar sua candidatura a deputada federal pelo PT. É provável que Marília seja a única petista a ser eleita para a Câmara Federal pela Frente Popular.
RÁPIDAS
Água dos milhões – Explicação bem humorada para a milionária conta de água da Arena Pernambuco corre nos bastidores da Alepe: o excesso do líquido teria sido usado para irrigar as flores e abastecer os tanques dos peixes e crustáceos fartamente consumidos pelo gabinete governador Paulo Câmara (PSB).
Ritmo – Conhecido por ser “bom de rua”, o ex-vereador Manoel Neco que disputa vaga de deputado estadual pelo PP só faz intensificar a agenda em Jaboatão dos Guararapes, o seu principal reduto eleitoral. Neco ficou em segundo lugar na disputa para prefeito na eleição passada e tornou-se uma das principais apostas do PP para a eleição deste ano.
Inocente quer saber – Depois de donos de postos aumentarem a gasolina para 10 reais no ápice da greve, dá pra acreditar que os corruptos e oportunistas são apenas os políticos?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Hospital de Toritama ganha novo aparelho de Raio X Digital

  Foto:Divulgação  Já começou o atendimento e o uso do novo aparelho de Raio X Digital que foi inaugurado na tarde da segunda-feira (19/09),...

Matérias mais vistas