Páginas

sábado, 12 de maio de 2018

Marília Arraes disputa com apoio de Lula

Lula entusiasmado com o avanço de Marília na Pesquisa.  

Graças às suas andanças pelo Estado, a neta de Arraes vem subindo nas Pesquisas de Intenção de Voto 
A vereadora do Recife e pré-candidata a governadora, Marília Arraes (PT), conquistou mais uma vitória na última sexta-feira (9), em São Paulo, durante reunião com o ex-presidente, Luís Inácio Lula da Silva, a presidente nacional da legenda, Gleisi Hoffmann, dentre outras lideranças da executiva nacional petista.
Na ocasião, voltou a ser cogitada a possibilidade de uma aliança com o governador Paulo Câmara (PSB), defendida pela ala política do PT de Pernambuco, capitaneada pelo senador Humberto Costa e pelo ex-prefeito do Recife, João Paulo.
O encontrou contou com as principais lideranças da cúpula no Estado, liderada pelo presidente Bruno Ribeiro; além do pré-candidato Odacy Amorim, deputada estadual Tereza Leitão, presidente da CUT-PE Carlos Veras e o ex-prefeito do Recife, João da Costa, dentre outras lideranças.
Após a reunião, a cúpula do PT-PE emitiu nota afirmando que a direção nacional trabalha para construir nacionalmente uma aliança programática e eleitoral com os partidos de centro-esquerda PCdoB, PDT, PSB e PSOL.
“Essa estratégia não impede o PT pernambucano de fazer o debate político em torno de uma candidatura própria ao Governo do Estado, e disputar a opinião pública com toda a legitimidade e as fortes alianças que serão formadas, conjuntamente, levando em conta a estratégia nacional e a realidade regional”, diz a nota.
Nos bastidores
Os petistas que participaram do evento, afirmaram que o resultado da Pesquisa divulgada no dia 8 deste, pelo Instituto Múltipla, influenciou no desdobramento do encontro, tendo em vista que Marília Arraes aparece com 18,5% das intenções de voto, ou seja, empatada tecnicamente com Armando Monteiro (PTB) com 19%.
Ainda segundo eles, a candidatura da neta de Miguel Arraes continua firme e que o próprio Lula, se entusiasmou com o desenvolvimento e crescimento eleitoral da candidatura própria da legenda para Governo no Estado.
Em nota, Marília avaliou como produtivo o encontro com Lula e a direção nacional do partido. “Debatemos sobre o momento político do país e sobre os rumos do novo projeto que o PT está construindo para Pernambuco”, disse.
Marília Arraes empata com Armando
Pesquisa do Instituto Múltipla divulgada quinta-feira (8), revelou que Paulo Câmara detém 34% das intenções de voto na corrida Eleitoral ao Governo de Pernambuco. Foram realizadas 600 entrevistas no período de 2 e 6 de março, em todas as regiões do Estado, seguindo a estratificação do IBGE, levantando dados do cenário eleitoral na disputa para governador, senador e presidente da república.
Para governador, o Instituto trabalhou com quatro cenários. No cenário 1 com Paulo Câmara (PSB), Marília Arraes (PT) e Fernando Bezerra (MDB), o governador tem 34,3% dos votos, a vereadora 21,3% e o senador 6%, enquanto Brancos, Nulos e Indecisos totalizaram 33,5%.
Em relação à Pesquisa de janeiro, Paulo Câmara cresceu de 26,8% para 34,3% e Marília caiu de 23,3% para 21,3% (oscilação dentro da margem de erro, o que ocorreu também com o senador).
No cenário 2, Paulo Câmara tem 31%, Armando Monteiro 19% e Marília Arraes  18,5% (estão empatadostecnicamente). Em relação à pesquisa de janeiro, o governador cresceu 8 pontos percentuais, Armando caiu 4 e Marília caiu 1 pontinho (oscilação vista como normal dentro da chamada margem de erro da Pesquisa).
No cenário 3, Paulo Câmara tem 41% e Fernando Bezerra 10,2%. Brancos, Nulos e Indecisos totalizaram 44%. Em relação à pesquisa anterior, o governador cresceu 6 pontos percentuais e o senador caiu 2.
No cenário 4, que é o mais provável caso se confirme a decisão do PT de “barrar” a candidatura de Marília, Paulo Câmara tem 36,3% e Armando Monteiro 25,2%, enquanto Brancos, Nulos e Indecisos totalizaram 34%.
Neste cenário, que é de confronto direto entre Paulo Câmara e Armando Monteiro, o governador venceria em todas as regiões do Estado, à exceção da Zona da Mata, onde perderia para o seu adversário por 33% x 29,5%.
Em relação à última pesquisa de janeiro, Paulo Câmara subiu de 28,2% para 36,3% e Armando caiu de 30,2% para 25,2%.
Para o Senado Federal
Na corrida para Senador, Jarbas Vasconcelos (MDB) tem 19,7%, Humberto Costa (PT) 12,7%, Armando Monteiro (PTB) 11,6%, Mendonça Filho (DEM) 10,8%, André Ferreira (PSC) 3,8%, empatado com Sílvio Costa (Avante) que tem o mesmo percentual, Antônio Campos (Podemos) 3,5%, Luciana Santos (PCdoB) 3,2% e José Queiroz (PDT) 3%. Brancos, Nulos e Indecisos totalizaram 47%.
Presidência da República
Lula (PT) surge disparado com 66,5% das intenções de voto, ante 11% de Jair Bolsonaro (PSL), 5,8% de Marina Silva (Rede), 2% de Geraldo Alckmin (PSDB) e 2% de Ciro Gomes (PDT). Na pesquisa de janeiro passdo, o ex-presidente tinha 63% e Bolsonaro 11,8%.
Eleitor vota em quem Lula apoiar
Um percentual de 45,7% dos pernambucanos responderam que votariam “com certeza” no candidato que Lula eventualmente vier a apoiar, se porventura for impedido de disputar a eleição presidencial. Por outro lado, 49,3% votariam “com certeza” no candidato ou candidata indicado por Lula para governar Pernambuco (alô, alô, Marília Arraes!).


Redação: Portal Mata Sul. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Cobrador de impostos foi assassinado e a esposa baleada em Caruaru

  Um homem foi assassinado e a esposa baleada na noite desta última terça-feira (29), na Rua Cajá na Vila do Aeroporto em Caruaru. O cobrado...

Matérias mais vistas