Páginas

quinta-feira, 3 de maio de 2018

SEMINÁRIO ABORDA MODELO DE PRIVATIZAÇÃO DO AEROPORTO DO RECIFE, NESTA QUINTA, NO CAIS DO SERTÃO

O modelo de privatização do Aeroporto Internacional do Recife será tema de um seminário marcado para esta quinta-feira (03), às 19h, no auditório É do Povo, no Centro Cultural Cais do Sertão. O evento será realizado pela Comissão de Turismo da Câmara dos Deputados, a pedido do deputado federal Felipe Carreras, e deverá contar com representantes do Governo Federal, Associação Brasileira de Empresas Aéreas – Abear, representantes do trade turístico local, Governo de Pernambuco e Prefeitura do Recife.
A intenção do seminário é apresentar o assunto aos pernambucanos e dar a oportunidade de eles conhecerem de forma plena como está prevista a privatização do Aeroporto do Recife. “O povo pernambucano precisa saber como o Governo Federal está prevendo entregar um dos maiores equipamentos do nosso Estado para a iniciativa privada junto com outros cinco aeroportos deficitários, forçando o vencedor da licitação a utilizar o terminal recifense para pagar a conta de outros cinco”, afirmou o deputado federal Felipe Carreras.
Segundo o deputado pernambucano, o Ministério dos Transportes terá a oportunidade de explicar o motivo que mudou o modelo de licitação de privatizações individuais para a forma de lotes. “Não temos como aceitar que o nosso aeroporto seja discriminado. Os responsáveis pelo processo terão a chance de dizer se erraram quando decidiram privatizar de forma individual e agora querem corrigir, ou se acertaram no início e agora estão agindo de uma forma diferente, por ser o Nordeste”, declarou Carreras.
A afirmação de Carreras tem como base os números apresentados pela Secretaria de Aviação Civil durante audiência pública realizada na Câmara dos Deputados, na última semana. “Até o momento, ocorreram quatro rodadas de privatizações, com dez aeroportos concedidos de forma individual. Juntos, eles possuem uma fatia de mercado de 117,5 milhões de passageiros, ou 57% do total. Como pode, agora, o Governo Federal mudar a forma de concessão? Isso demonstra que não existe uma política aeroviária definida. É uma prova de que, ou o Ministério dos Transportes errou na forma inicial ou está sendo discriminatório com Pernambuco agora”, reafirmou.
O Seminário contará com uma abertura seguida de dois painéis onde os participantes poderão apresentar conteúdo e participar de um rápido debate sobre o assunto.

Do Didi Galvão

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Anderson reforça importância da isonomia durante a eleição em visita ao MPPE

  Foto: Hermes Costa Neto/Divulgação O candidato Anderson Ferreira (PL) defendeu, nesta terça-feira (16), a garantia de condições de isonomi...

Matérias mais vistas