Páginas

terça-feira, 22 de maio de 2018

Silvio: Paulo aumentou em 35% gastos com publicidade

Na tentativa de mostrar à população uma realidade que não condiz com a situação que vive Pernambuco, o Governo Paulo Câmara aumentou em três anos o valor destinado à publicidade. Os gastos saíram de R$49 milhões em 2015, para R$66 mi em 2017, o que representa um aumento de 35,80%. Segundo o líder da Oposição, Silvio Costa Filho (PRB), os gastos excessivos com a publicidade por parte do Governo do Estado, só comprovam a falta de compromisso com os pernambucanos e uma realidade diferente da que vivem os pernambucanos. “Enquanto faltam insumos básicos nos hospitais, dinheiro para os programas e investimentos em áreas sociais, o governo prefere gastar milhões em publicidade para vender uma imagem de que está tudo bem”, comparou.
Outro dado que chama atenção é que existe um elevado valor pago até o fim do mês de abril deste ano (R$18.594.144,55), sendo a maioria (R$16.533.726,49), referentes a restos a pagar do exercício de 2017. Além disso, na peça orçamentária anual de 2018, o governo deve destinar mais R$65.934.000, ou seja, deixa de destinar recursos para áreas importantes, como a educação, saúde e segurança pública e utiliza em publicidade.
“Na peça publicitária, o governo afirma que contratou novos policiais e reforçou o número de viaturas, mas esconde a quantidade de profissionais que saíram da corporação. Além disso, afirma ter o maior parque eólico do Brasil, quando na verdade é o Estado do Rio Grande do Norte o maior produtor de energia eólica do País, sendo Pernambuco o sexto lugar. A população não pode ser mais enganada com tantas inverdades”, pontua Silvio.  
Além de gastar milhões com a publicidade nos últimos três anos, o governador Paulo Câmara destinou também recursos para a Arena Pernambuco, gastou com cargos comissionados e consultoria. Enquanto isso, o que se vê é que o governador deve chegar ao final do seu mandato com menos de 30% do programa de governo cumprido. O Projeto de Navegabilidade do Rio Capibaribe continua parado, o corredor do VLT da Avenida Norte nunca saiu do papel, a promessa da tarifa única ainda não foi cumprida, de dobrar o salário dos professores, o Plano de Cargos e Carreiras, além das 20 unidades do Compaz prometidas e não foram entregues, entre outras promessas.
A Oposição está analisando as medidas cabíveis para provocar o Ministério Público Eleitoral para que este analise os gastos com a publicidade assinada Governo do Estado, tendo em vista que muitas delas não são verdadeiras. “A propaganda institucional apresentada não condiz com a realidade da vida das pessoas. É preciso cobrar por respostas”, finaliza Silvio.

Do Magno Martins

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Cinco vereadores são afastados por suspeita de integrar esquema de 'funcionários fantasmas' em Pernambuco

Policiais civis cumprem mandados de busca e apreensão em operação que tem como um dos alvos a Câmara de Vereadores do Cabo de Santo Agost...

Matérias mais vistas