Páginas

terça-feira, 12 de junho de 2018

Campanha de vacinação contra gripe é prorrogada em Santa Cruz do Capibaribe


A prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe, por meio da secretaria de Saúde, informa que a campanha de vacinação contra a gripe (Influenza) no município foi prorrogada. A imunização vai continuar até o dia 15 de junho, sendo realizada das 08 às 12 horas e das 13 às 15 horas, nas Unidades Básicas de Saúde (postos de saúde) e AME Infantil.

A campanha visa reduzir complicações, internações e mortalidades decorrentes a infecções pelo vírus da gripe. A vacinação iniciou em 23 de abril, teve 12 de maio (sábado), como dia nacional de mobilização.

“Nossa meta continua. Vamos continuar nosso trabalho com saúde preventiva junto à população, cuidando do povo com carinho, respeito e atenção”, destacou o prefeito Edson Vieira.

Natália Gardênia, coordenadora do Programa Nacional de Imunização falou sobre o prolongamento da campanha. “Essa prorrogação foi a nível nacional, porque o país não conseguiu atingir a sua meta, principalmente por causa da greve e protestos dos caminhoneiros, infelizmente muita gente ficou sem se vacinar em todo Brasil”, contou a coordenadora.

A campanha de vacinação é ofertada em toda rede pública de saúde de Santa Cruz do Capibaribe, imuniza contra Influenza A (H1N1), A (H3N2) e B.


Grupos prioritários para vacinação

  • Crianças de seis meses a menores de cinco anos. (quatro anos, onze meses e 29 dias),
  • Gestantes, em qualquer idade gestacional,
  • Mulheres com até 45 dias após o parto,
  • Trabalhador da Saúde,
  • Pessoas com 60 anos ou mais de idade,
  • Os professores das escolas públicas e privadas: mediante apresentação de algum documento que identifique ser professor,
  • Pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, no entanto, mantém-se a necessidade de prescrição médica especificando o motivo da indicação da vacina, que deverá ser apresentada no ato da vacinação.


Contra Indicações

A vacina é contraindicada para pessoas com história de reação anafilática prévia em doses anteriores bem como a qualquer componente da vacina ou alergia comprovada grave relacionada a ovo de galinha e seus derivados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Ibovespa fecha quarta semana seguida em alta. No dia, PETR4 sobe 7%; MGLU3 e HAPV3, quase 20%

  O momento é especial: com os 2,78% de hoje, índice soma 16,79% em quatro semanas, contra 10,76% da bolsa americana. Tudo isso num interval...

Matérias mais vistas