Páginas

sexta-feira, 8 de junho de 2018

Clodoaldo Barros pagará multa de R$ 500,00 e será liberado após audiência de custódia, revela familiar

O manifestante que atirou ovos contra o presidente da Câmara de Vereadores de Santa Cruz do Capibaribe, Clodoaldo Barros, responderá ao ato em liberdade, após o pagamento de uma fiança estipulada em R$ 500,00. Ele havia passado a noite na carceragem da delegacia da Polícia Civil. A informação foi confirmada ao Blog por uma irmã de Clodoaldo.
A decisão foi do juiz Dr. Thiago, durante audiência de custódia no início da tarde desta sexta-feira (08). Clodoaldo já havia se envolvido em outros atos na Câmara de vereadores. O Ministério Público, através do promotor Vinícius Costa chegou a pedir que a prisão em flagrante fosse convertida em prisão preventiva, mas o pedido não foi aceito pelo juiz.
Em 2016, na época em que o Afrânio Marques era presidente ele recebeu voz de prisão do vereador Zé Minhoca após tomar papéis da mesa diretora e jogar no chão. Em 2017 Clodoaldo fez greve de fome na frente da Câmara em protesto contra a aprovação de auxílio alimentação de vereadores e ausência de prestação de contas de uma CPI.
Ontem (07), o mesmo manifestante protagonizou um ato violento, jogando ovos contra o presidente da Câmara, Zé Minhoca. Em entrevista a rádio Polo no momento da prisão, Clodoaldo afirmou que “gostaria mesmo era de meter bala nesse coito de vagabundos do Poder Legislativo”.
Clodoaldo responde também a pelo menos três processos por graves insultos nas redes sociais contra um juiz e dois promotores de justiça.

Do Ney Lima

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Santa Cruz inicia novas matrículas para o EJA na próxima semana

  Iniciativa auxilia cidadãos acima dos 15 anos a concluírem o ensino fundamental Começando a partir do próximo dia 11 de julho, a Secretari...

Matérias mais vistas