Páginas

sexta-feira, 22 de junho de 2018

“Foi uma decisão equivocada e o MTST não vai a reboque” – afirma líder estadual sobre rompimento de Joab do Oscarzão

Em entrevista concedida ao programa Patrulha do Agreste (da Polo FM), o reverendo Marcos Cosmo, líder estadual do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) comentou o rompimento político do vereador Joab do Oscarzão (PSD) com o prefeito Edson Vieira (PSDB).
Atualmente, o reverendo possui o cargo de consultoria, segundo ele, na Secretaria de Habitação, assumindo o cargo no mesmo período em que o vereador assumiu o posto de Secretário da pasta.
Joab foi eleito graças a votos vindos de integrantes do movimento, sendo também uma das lideranças do MTST.
.

“Foi uma decisão equivocada” – diz reverendo sobre rompimento de Joab

Durante a entrevista, o reverendo fez várias críticas à situação de rompimento de Joab com o prefeito Edson Vieira.
Para Marcos, Joab não teria pensado de forma coletiva com os integrantes do MTST, rechaçando o vereador sobre a forma de como ele fez suas críticas.

“Quando o vereador tomou essa decisão pessoal, sem discutir com o coletivo, infelizmente ele nos manda um recado muito duro, dizendo que não quer mais saber de coletivo, de escutar ninguém, de como que se tem que ter postura… Ele tomou essa decisão de forma isolada. Essa decisão não passou pelo reverendo, pelo MTST ou de nossos dirigentes. Foi uma decisão equivocada” – disse.

Ainda de acordo com o reverendo, a decisão do vereador abriu mágoas, completando ainda que não se reuniu com o mesmo para tratar do assunto.

“Ele perdeu uma grande oportunidade, a meu ver, de se consolidar como um vereador popular, que traz consigo a bandeira da moradia e de estar a frente desse processo de 500 moradias e mais 224 que vamos trazer aqui para Santa Cruz” – frisou.

.

“O MTST não vai a reboque. Em 2018, Alessandra Vieira é a nossa candidata”

O reverendo foi questionado sobre a posição do vereador em apoiar o projeto do deputado estadual Diogo Moraes (PSB) e se isso quebraria a confiabilidade dele com o MTST.
Inicialmente, Joab chegou a relutar, por várias vezes, em definir se apoiava Alessandra Vieira ou o nome de algum candidato que o MTST apoiasse. Joab chegou a anunciar que apoiara Alessandra, poucos dias depois de assumir o posto de Secretário de Habitação.

“Não deixa de quebrar. Sou muito coletivo e o coletivo é que tem que decidir se vamos ou não vamos, se fica ou se não fica. Fizemos com o prefeito um acordo político e vou cumprir. Essa ruptura que o vereador fez por conta própria nos deixou numa situação delicada. O que tenho a colocar é que ele vai cumprir seu mandato. Foi uma decisão equivocada e o MTST não vai a reboque. O prefeito Edson Vieira vai continuar sendo nosso parceiro, tendo nosso respeito, por aquilo que ele representa. Em 2018, Alessandra Vieira é a nossa candidata do MTST”.


Do Ney Lima

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Cinco vereadores são afastados por suspeita de integrar esquema de 'funcionários fantasmas' em Pernambuco

Policiais civis cumprem mandados de busca e apreensão em operação que tem como um dos alvos a Câmara de Vereadores do Cabo de Santo Agost...

Matérias mais vistas