Páginas

segunda-feira, 2 de julho de 2018

Coluna do blog desta segunda-feira

Bruno Araújo no Senado pode ser o fato novo na eleição 
No exercício do seu terceiro mandato como deputado federal, Bruno Araújo ascendeu ao ministério das Cidades após o impeachment de Dilma Rousseff e chegada de Michel Temer ao Palácio do Planalto. Até deixar a pasta no final de 2017, Bruno consolidou-se como a principal liderança do PSDB de Pernambuco, tanto que acabou assumindo a presidência estadual da sigla.
Desde a construção do palanque oposicionista que Bruno Araújo era lembrado para integrar a chapa majoritária, sobretudo pelo seu excelente trânsito entre prefeitos de todo o estado. Os prefeitos do PSDB possuem verdadeira admiração por ele, e sempre quiseram que ele estivesse na disputa majoritária, uma vez que ele sempre disputou cargos proporcionais e acreditavam que este seria o momento de entrar no jogo com vistas ao Senado.
O processo envolvendo o seu nome no Supremo Tribunal Federal foi arquivado na semana passada, ele era um óbice para que Bruno integrasse a chapa majoritária, devido a uma decisão conjunta de que quem estivesse respondendo a processos não integraria a chapa oposicionista. Após o arquivamento, o seu nome voltou a ganhar força para a disputa pelo Senado.
Tucanos avaliam que a disputa está completamente aberta, pois acreditam que Jarbas Vasconcelos dificilmente terá a legenda do MDB para a disputa devido o imbróglio jurídico envolvendo o comando do partido, uma vez que mesmo que decida candidatar-se ao Senado, passará a campanha toda no risco de ter seus votos anulados. No caso de Humberto Costa, ainda há um risco de o PT lançar Marília Arraes, o que faria o senador optar por uma candidatura a deputado federal. Então, isso acaba favorecendo a entrada do tucano no páreo.
O PSDB também não tem um nome natural para a vice de Armando Monteiro, pois Guilherme Coelho é visto como alguém que pouco agregaria ao projeto liderado pelo petebista, então caberia aos tucanos voltar ao jogo de senador com Bruno Araújo, sobretudo após a sinalização de André Ferreira de que entrar na disputa para o Senado na chapa oposicionista não seria algo exigido pelo deputado estadual. André poderá ser candidato a deputado federal e apoiar tranquilamente o segundo nome da chapa que seria Bruno.
Caso o tucano entre no páreo, e está sendo muito pressionado a isso, teremos um quadro bastante diferenciado, uma vez que os principais partidos oposicionistas estarão contemplados na majoritária com nomes com envergadura para o posto. A entrada de Bruno no jogo também tem o indicativo de que ele, Armando e Mendonça estarão confiantes na vitória oposicionista em outubro, e abriria a vaga de vice para um novo partido que esteja chegando para a oposição ou ser ocupada por algum nome de envergadura no conjunto de forças que já estão sustentando o projeto de Armando Monteiro.
Dobradinha – O deputado federal Marinaldo Rosendo reuniu neste domingo toda sua tropa em Timbaúba para anunciar Clovis Paiva como seu deputado estadual na Mata Norte. Na próxima semana um ato semelhante ocorrerá em Ribeirão para que Clovis anuncie Marinaldo como seu deputado federal na Mata Sul. Ambos são do PP e a junção deu força para que os dois logrem êxito em outubro.
Susto – O presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco, deputado Guilherme Uchoa, foi socorrido na madrugada de ontem após sentir-se mal. Guilherme, que tem 71 anos, foi diagnosticado com uma broncoaspiração, e por isso ficará em observação até recuperar-se completamente. Um ato que ocorreria neste domingo em Igarassu com seus aliados acabou sendo novamente adiado para uma data indeterminada.
Circulando – Em uma extensa maratona realizada no interior durante o final de semana, o deputado estadual José Humberto (PTB) esteve na Mata Sul para se reunir com o prefeito Marquinhos Moura (Maraial), passou por Capoeiras, no Agreste Meridional, onde foi recebido por vereadores aliados e de lá segui para Iguaracy, no Sertão do Pajeú, para cumprir uma agenda de compromissos com o ex-prefeito Francisco Dessoles.
Mais votado – Candidato a reeleição, o deputado federal Eduardo da Fonte (PP) segue na bolsa de apostas como novamente o mais votado das eleições deste ano. Em 2014 ele obteve 283.567 votos, ficando na primeira colocação. Em 2010, ele obteve 330.520 votos e ficou atrás apenas de Ana Arraes, a mais votada.
RÁPIDAS
Avaliação – Questionado sobre a ausência do deputado federal Kaio Maniçoba (Solidariedade) e da ex-prefeita Rorró Maniçoba, durante a visita do governador Paulo Câmara ao município de Floresta,  o deputado estadual Rodrigo Novaes (PSD) estranhou a atitude de Kaio, que é seu primo, uma vez que até abril, o deputado era secretário de Habitação do governador.
Federal – Candidato ao terceiro mandato na Assembleia Legislativa de Pernambuco, Rodrigo Novaes oficializou sua dobradinha com o deputado federal Felipe Carreras (PSB), que tenta o segundo mandato na Câmara dos Deputados. A aliança foi um grande reforço para a reeleição de Felipe, que teve uma boa passagem pela secretaria de Turismo do estado.
Inocente quer saber – Procede a especulação de que o PSB avalia trocar Paulo Câmara como candidato a governador?

Do Edmar Lyra

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Cinco vereadores são afastados por suspeita de integrar esquema de 'funcionários fantasmas' em Pernambuco

Policiais civis cumprem mandados de busca e apreensão em operação que tem como um dos alvos a Câmara de Vereadores do Cabo de Santo Agost...

Matérias mais vistas