Páginas

domingo, 8 de julho de 2018

Mandado de prisão é cumprido, por acaso, em delegacia de plantão de Santa Cruz

Na tarde deste sábado (07) mais um mandado de prisão foi cumprido por policiais civis, porém de forma inusitada.
De acordo com as informações colhidas por nossa equipe de reportagem, tudo começou quando um dos efetivos da polícia militar foi acionado para apurar um suposto caso de estelionato.
Ao realizar rondas, o efetivo da PM foi solicitado por um popular para se dirigir a Rua Amaro Joaquim de Santana, bairro Centro (município de Vertentes), ao qual um popular disse ter comprado de Luiz Francisco de Medeiros (53 anos) um adaptador para cartão de memória como se fosse um pendrive.
O popular citou que o vendedor teria afirmado que se tratava de um pendrive e cobrou a quantia de R$ 5. Quando tomou conhecimento que, supostamente, teria sido enganado, chamou a polícia e esta foi ao local, trazendo ambos para a delegacia de plantão em Santa Cruz.
Quando estava prestes a ser liberado, policiais civis realizaram a consulta aos dados de Luiz e acabaram descobrindo que contra ele havia um mandado de prisão em aberto, expedido pela comarca de Lajedo.
Diante dos fatos novos, ele foi ouvido e deve ser levado a unidade prisional naquela cidade. Não foi informado teor do mandado de prisão

Do Ney Lima

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Cinco vereadores são afastados por suspeita de integrar esquema de 'funcionários fantasmas' em Pernambuco

Policiais civis cumprem mandados de busca e apreensão em operação que tem como um dos alvos a Câmara de Vereadores do Cabo de Santo Agost...

Matérias mais vistas