Páginas

quinta-feira, 19 de julho de 2018

PESQUISA APONTA EMPATE TÉCNICO PARA GOVERNO DE PERNAMBUCO NAS ELEIÇÕES

 Na segunda pesquisa sobre a corrida eleitoral deste ano em Pernambuco, realizada pela Datamétrica, entre os dias 11 e 12 de julho, observa-se pouca mudança em comparação à primeira, feita entre 8 e 9 de junho. Os três principais candidatos cresceram um pouco e as posições relativas deles permanecem as mesmas, tanto na intenção de voto espontânea como na estimulada. Paulo Câmara (PSB) na liderança, seguido de Marília Arraes (PT) e de Armando Monteiro (PTB). Estatisticamente, entretanto, os três continuam num empate técnico. A margem de erro é de quatro pontos percentuais para mais ou para menos.
 A intenção espontânea de voto apresenta Paulo Câmara com 13% (em junho ele tinha 12%), Marília Arraes com 11% (em junho ela tinha 8%) e Armando Monteiro com 6% (sendo 4% a registrada em junho). Os demais candidatos obtiveram, cada um, menos de 1% das intenções de voto. Os indecisos cresceram de 39% para 53%, e aqueles votariam branco ou nulo caíram de 28% para 14%.
 A intenção estimulada de voto no cenário, considerando a participação da pré-candidata do PT, repete a ordem dos candidatos da espontânea, sendo todos com índices maiores, como se esperaria das respostas estimuladas. Os números de 25% (Paulo Câmara), 21% (Marília Arraes) e 17% (Armando Monteiro) confirmam a liderança do governador, ainda que estejam todos empatados dentro da margem de erro. 

 Os números da pesquisa anterior foram: 20%, 17% e 14%, respectivamente. Os demais candidatos ficaram entre 0% e 2%. A mudança expressiva foi dos brancos e nulos, que caíram de 35% para 26%, o que é natural à medida que a eleição se avizinha.

 O cenário sem a pré-candidata do PT mantém o governador na liderança, com 28%, seguido do pré-candidato do PTB, com 22%. A distância de 6 pontos, entretanto, ainda significa empate técnico. Nessa simulação, os demais candidatos atingem, cada um, no máximo 2%. Votos brancos e nulos seriam de 33% (antes 42%). 

 Indecisos caíram somente 1% (de 10% para 9%). A migração dos votos de Marília Arraes, quando se retira o nome dela da disputa, sugere uma preferência clara do seu eleitorado por Armando Monteiro. O pré-candidato do PTB recebe 33% dos votos dela, enquanto o governador recebe 13%. 
 Essa vantagem de Armando Monteiro sobre os votos de Marília Arraes se ampliou significativamente desde a pesquisa de junho, quando ele recebia 20% dos votos que seriam dela, enquanto Paulo Câmara recebia os mesmos 13%. 

 Segundo Analice Amazonas, sócia-diretora da Datamétrica e responsável técnica pela pesquisa, “a pesquisa não permite decifrar o motivo dessa inclinação maior dos eleitores de Marília a Armando, ou a ampliação dessa vantagem do senador entre junho e agora, mas, seguramente, é uma tendência que foge um pouco das expectativas, se considerarmos os campos ideológicos dos três pré-candidatos”.
 As simulações de segundo turno feitas em parceria da Datamétrica com o Diário de Pernambuco trazem algumas mudanças em comparação com a primeira pesquisa, realizada no começo de junho. Armando Monteiro cresce no enfrentamento com Paulo Câmara, Marília Arraes também em uma disputa com Paulo Câmara e diminui no duelo com Armando Monteiro.
 No cenário entre Paulo Câmara e Armando Monteiro houve um empate de 32% a 32%. Na pesquisa anterior, embora tenha havido empate técnico, os números eram de 28% e 24% em favor do governador.
 Na simulação entre Paulo Câmara e Marília Arraes, a petista vence com 34% a 30%. Trata-se de um empate técnico, mas, em comparação à pesquisa anterior, mostra uma pequena ampliação em benefício da pré-candidata do PT. Naquela ocasião, Marília Arraes aparecia com 28% e Paulo Câmara com 27%.
 Por fim, num cenário com o senador e a pré-candidata do PT, Marília desponta com 31% (29% em junho) e Armando com 29% (20% em junho). Ou seja, um crescimento expressivo de Armando Monteiro, enquanto Marília se manteve praticamente igual.
 A expectativa de vitória entre os eleitores quanto à disputa ao governo do estado neste ano segue indicando que Paulo Câmara será reeleito. Enquanto 24% afirmaram que ele ganharia a disputa, 17% acreditam que será Marília Arraes e 15% disseram que deverá ser Armando Monteiro o vitorioso na disputa.
 Em comparação com os resultados da última pesquisa, a posição relativa dos pré-candidatos permaneceu a mesma. Os números eram outros, todavia, Paulo tinha 26%, Marília tinha 12% e Armando tinha 11%. Portanto, cresceram os pré-candidatos do PT (5%) e do PTB (4%), enquanto o do PSB caiu 1%.
No Senado, três nomes despontam - Os nomes mais fortes hoje na disputa pelo Senado seguem sendo o deputado federal Jarbas Vasconcelos (MDB), o senador Humberto Costa (PT) e o deputado federal Mendonça Filho (DEM). Seja na intenção de voto espontânea, seja na estimulada, esses são os nomes que se destacam entre os concorrentes às duas vagas no Legislativo Federal.
 Na resposta espontânea de intenção de voto, aparecem Humberto Costa - tenta renovar o mandato no Senado Federal - e Mendonça Filho com 10% e Jarbas Vasconcelos com 9%. Todos os demais ficam entre 0% e 1%.
 Na resposta estimulada da pesquisa, os três principais pré-candidatos se reafirmam na liderança. Jarbas Vasconcelos, que já exerceu o mandato de senador anteriormente (entre 2007 e 2014), lidera com 32%, Humberto Costa surge em segundo lugar com 25% e Mendonça Filho vem em terceiro com 24%. José Queiroz (PDT) aparece com 8%, Silvio Costa (Avante) com 5%, Maurício Rands (Pros) com 3% e André Ferreira (PSC), Antônio Souza (Rede) e Eugênia Lima (PSol) com 2% cada, enquanto Albanise Pires (PSol) obteve 1%.
 Os que declararam intenção de anular seu voto ou votar em branco somaram 27% e 10% se declararam indecisos, segundo o levantamento.
Amostra - A amostra da pesquisa produzida pela Datamétrica foi composta por 600 entrevistas realizadas junto a eleitores que moram e votam no estado de Pernambuco. A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) e no Tribunal Superior Eleitoral  (TSE).
Do: Agreste Notícia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Homem não tem amor correspondido e mata jovem a facadas no interior do Ceará

Jovem tinha recebido presentes de irmão do padrasto no dia do seu aniversário no Ceará. — Foto: Arquivo Pessoal Uma mulher foi assassina...

Matérias mais vistas