Páginas

segunda-feira, 16 de julho de 2018

Soltura de Lula ainda divide desembargadores


Desembargadores do TRF-4 divergem sobre a atitude do juiz federal Rogerio Favreto, que mandou soltar o ex-presidente num domingo de plantão.

Parte da corte entende que ele tinha competência para decidir o habeas corpus –embora discorde dos argumentos para a libertação.

Outra ala entende que ele não poderia ter se manifestado.

O pedido de abertura de inquérito contra Favreto também divide o TRF-4.

Magistrados dizem que,  se a investigação prosperar, será criado um clima de que todo juiz que decide a favor de Lula está sujeito a punição.

Por Ação Popular

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Edson Vieira pede ‘lealdade e fidelidade’ de Armando Monteiro após declarar apoio

Escolhido como candidato a governador apoiado pelo grupo boca-preta em Santa Cruz do Capibaribe, Armando Monteiro (PTB) prestigiou, n...

Matérias mais vistas