Páginas

quinta-feira, 2 de agosto de 2018

Bope-PE recebe reforço de policiais formados no curso de Operações Especiais

O Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), da Polícia Militar de Pernambuco, recebe, nesta sexta-feira (03/08), um novo reforço em seu efetivo, com a formatura de 23 alunos do 11º Curso de Operações Policiais Especiais (Cope). A solenidade será realizada no Comando Geral da PMPE, no Derby, a partir das 10h, e contará com a presença do secretário de Defesa Social, Antonio de Pádua, do comandante da PMPE, coronel Vanildo Maranhão, e do comandante do Bope, tenente-coronel Câmara Júnior.
Durante o evento, que também reunirá os familiares dos formandos, os presentes poderão acompanhar uma demonstração das habilidades praticadas no curso, como movimentação de viaturas e descida de helicóptero usando rapel. Ao todo, 70 profissionais iniciaram o treinamento, que teve sua aula inaugural no dia 26 de fevereiro. Desses, 27 concluíram o 11º Cope e 23 são policiais militares de Pernambuco que estão sendo incorporados ao Bope. Os outros quatro pertencem a outros órgãos ou estados: Polícia Rodoviária Federal, Corpo de Bombeiros e Polícia Militar da Paraíba e do Espirito Santo. Desde a primeira edição do curso, em 1992, somente 205 policiais, entre militares, civis e bombeiros, conseguiram concluir todas as etapas do treinamento.
O Curso de Operações Especiais é um dos mais difíceis que existe, pois exige dos alunos não só uma boa preparação física e psicológica, mas também demanda uma preparação técnica diferenciada, já que atuamos em situações de crise e pressões extremas”, explica o comandante do Bope, tenente-coronel Câmara Júnior.
Com uma carga horária de 824 horas/aula, o Curso de Operações Policiais Especiais tem duração de cinco meses e conta com um total de 47 disciplinas, nas quais os profissionais são apresentados aos métodos mais atualizados na área de Operações Especiais, como treinamento de combate em diversos ambientes, resgate de reféns, desarmamento de bombas, captura de bandidos fortemente armados e entrincheirados, escolta de autoridades e presos de alta periculosidade. Ainda durante o curso, os profissionais tiveram a oportunidade de participar de um período de intercâmbio, trocando experiências com o Comando de Operações Especiais do Exército Brasileiro, em Goiânia, Esquadrão de Bombas do BOPE-DF e o Comando de Operações Táticas da Polícia Federal (COT).
O Bope já está plenamente integrado, dentro do nosso plano de segurança, aos batalhões de área e unidades especializadas da PM, assim como às demais operativas do Estado. A atuação técnica desse novo batalhão tem colaborado bastante nas ações táticas de enfrentamento ao tráfico de drogas, assaltantes de banco, desativação de artefatos explosivos e negociações para libertação de reféns. Esse combate mais incisivo a grupos criminosos especializados reflete nas reduções, ao longo dos últimos 7 meses, dos crimes contra o patrimônio e homicídios em Pernambuco”, avalia o secretário Antonio de Pádua.
PLANO DE SEGURANÇA – O BOPE foi criado em junho de 2017, a partir de decreto sancionado pelo governador Paulo Câmara no dia 6 de junho. A transformação da antiga Companhia Independente de Operações Especiais (CIOE) no Batalhão de Operações Policiais Especiais foi uma das principais ações previstas no Plano de Segurança, lançado em abril do ano passado. Esse incremento teve o objetivo de ampliar o efetivo e fortalecer a atuação da tropa especializada. Funcionando no bairro do Jiquiá, no Recife, o batalhão conta com 149 policiais.

Do Didi Gaklvão

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Feliz Aniversário, meu grande amigo!

Amigo, eu não poderia deixar passar esta data, este dia. Por isso, quero que você seja muito feliz nesta data que traz vida. Quero continu...

Matérias mais vistas