Páginas

segunda-feira, 27 de agosto de 2018

Coluna do blog desta segunda-feira

Uma prévia para 2020 no Recife 
Com o fim da gestão de Geraldo Julio em 2020, e sem um nome natural para sucedê-lo na disputa pelo comando da capital pernambucana, já há informações sobre eventuais postulantes para a disputa pela PCR e a disputa de 2018 terá um peso importante na equação da próxima eleição, uma vez que é pouco provável que Geraldo tire do seu colete um técnico para a disputa tal como Eduardo Campos fez por duas vezes.
A disputa pelo comando do Recife dependerá fortemente de quem for eleito governador e principalmente pelo desempenho de eventuais postulantes na disputa proporcional deste ano. Os nomes de 2016 saíram muito fragilizados, menores do que entraram, como Daniel Coelho, Priscila Krause e João Paulo, apesar disto todos deverão ser eleitos em 2018 e certamente se colocarão na disputa como alternativa.
Mas o seio da prévia pelo Palácio do Capibaribe está dentro da Frente Popular, mais precisamente na disputa de deputado federal. Rifada da disputa pelo governo de Pernambuco, Marília Arraes deverá ser eleita deputada federal com expressiva votação, sobretudo no Recife, e ficará difícil o PT novamente negar-lhe legenda para uma disputa majoritária. João Campos, por sua vez, é o nome que tem despontado nos bastidores para ser lançado pelo PSB na sucessão de Geraldo Julio, e se confirmar o prognóstico de ser eleito deputado federal com expressiva votação, ele será o nome ungido pelo PSB para o pleito, sobretudo se as pesquisas forem confirmadas e Paulo Câmara for reeleito.
Correndo por fora está Felipe Carreras, que no decorrer dos últimos meses perdeu força dentro do partido para João Campos. Há quem diga que ele não seguirá no PSB após ser reeleito deputado federal porque já se deu conta que não há espaço para a sua candidatura. Se porventura Felipe sair do partido e entrar no jogo, serão três caras novas na disputa seguinte, além de um quarto nome que já ensaiou disputar o cargo e recuou, que é Silvio Costa Filho.
Esses quatro nomes no páreo, e certamente os três derrotados em 2016 deverão fazer uma eleição bastante disputada que poderá ter seu desfecho somente no segundo turno, mas é fundamental ser majoritário no Recife para que as candidaturas ganhem legitimidade eleitoral para serem colocadas.
Troca – No final de semana voltou com muita força a especulação de que Eriberto Medeiros será candidato a reeleição. Não há impedimento legal para a substituição, basta que um candidato a deputado estadual do partido desista da candidatura e que ele poderá ser inscrito como nome para a Assembleia Legislativa de Pernambuco.
Desempenho – Candidata ao Senado, Adriana Rocha (Rede Sustentabilidade) apareceu com 4% nos levantamentos realizados. Adriana já foi vice-presidente da OAB Pernambuco e tem uma elevada qualificação técnica para o posto. Num quadro de políticos tradicionais disputando o Senado, muitos já estão sinalizando apoio a sua candidatura, que poderá ser uma grata surpresa nas eleições deste ano.
Araripe – O governador Paulo Câmara esteve no final de semana em Araripina ao lado da deputada estadual Roberta Arraes. O comício em Araripina foi um sucesso e mostrou que a deputada é a principal referência do governador no sertão do Araripe. Roberta disputa o segundo mandato na Assembleia Legislativa de Pernambuco pelo PP.
Andrea Lossio – Candidata a deputada estadual, Andrea Lossio tem dobradinhas com Adalberto Cavalcanti, Fernando Monteiro e Odacy Amorim. Ela está sendo a grande aposta da Rede Sustentabilidade para chegar a um mandato na Assembleia Legislativa de Pernambuco a partir de fevereiro de 2019.
RÁPIDAS
Mais votado – Ninguém tem mais a menor dúvida de que Alvaro Porto será o mais votado da coligação Pernambuco vai mudar. O que está em jogo é saber se ele terá 60 ou 70 mil votos. No dia de ontem, ao lado de André Ferreira, Alvaro realizou grande ato em Canhotinho, onde já foi prefeito.
Desafio – O candidato a senador Bruno Araújo fez um desafio aos seus adversários para que seja realizado um debate com candidatos a senador. Ele espera que Jarbas Vasconcelos, Silvio Costa e Humberto Costa aceitem o desafio, uma vez que o outro candidato a senador da sua chapa já topou participar do debate.
Inocente quer saber – Quem é o candidato a presidente da chapa encabeçada por Maurício Rands?

Do Edmar Lyra

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

reação de Armando Monteiro contra Paulo Câmara e empate no 2º turno

Nova rodada da pesquisa Ibope, divulgada nesta segunda-feira (17) pela TV Globo, mostra que o candidato da Frente Popular de Pernambuco, ...

Matérias mais vistas