Páginas

quarta-feira, 7 de novembro de 2018

Alessandra Vieira participa de entrevista na CBN e traça planos para seu mandato na ALEPE


Na tarde desta segunda-feira (05) a deputada estadual Alessandra Vieira (PSDB), participou de uma entrevista na Rádio CBN Caruaru, onde na oportunidade foi questionada sobre suas expectativas para assumir o mandato no próximo ano e possíveis ações na Assembleia Legislativa de Pernambuco (ALEPE).

Como prioridade, a deputada eleita destacou que o Polo de Confecções precisa de uma atenção do Governo devido ao que representa para o Estado, além de exigir a finalização das obras de duplicação da PE-160 e BR-104.

“Nós temos o maior Polo de Confecções do país, recebemos milhares de pessoas semanalmente, por isso, irei cobrar uma atenção especial para esses municípios. Uma das ideias é a criação de um plano de segurança para os dias de feiras, bem como o término das estradas que se arrastam há anos sem ter sua conclusão”, afirmou.

Perguntada sobre os motivos que levaram ao rompimento com o governador Paulo Câmara e consecutivamente o deputado estadual Diogo Moraes, a tucana citou as constantes retaliações do Chefe de Estado ao município.

“Vários municípios receberam recentemente recursos do FEM (Fundo Estadual de Apoio ao Desenvolvimento Municipal), e Santa Cruz do Capibaribe que já soma mais de R$ 4 milhões em débitos, não recebeu sequer um valor. Temos unidades de saúde que desde a inauguração são bancadas pela prefeitura, e acredito que por ser um representante do governador ele tem a mão nisso”, falou.

Temas da entrevista:

Eleições 2020 – “Temos vários nomes que podem ser nosso candidato a prefeito em 2020, mas acho que nesse momento ainda é cedo para discutirmos isso. No próximo ano vamos trabalhar e quando for a hora nosso grupo irá se posicionar”, afirmou sobre as eleições municipais.

Bolsonaro – “Espero que ele possa olhar de forma especial porque ele sabe da vitória que teve na cidade, sendo a única em Pernambuco a ser majoritário, acredito que ele irá reconhecer esse apoio popular e liberar investimentos para a cidade”.

Extinção da Delegacia de combate à corrupção – “Houve falta de debate com a sociedade. Não sabemos os motivos, mas é óbvio que um departamento não funciona com a mesma eficácia de uma delegacia”, disse.

Líder da oposição – “Por ser a única do PSDB, é natural que eu esteja como líder na oposição, mas a bancada ainda não foi conversada, teremos um encontro em dezembro e vamos definir essa questão. Temos novos nomes que serão apresentados e discutido”, finalizou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Suspeito de matar ex-companheira a facadas no distrito de São Domingos se entrega à polícia

  O suspeito de assassinar com mais de dez golpes de faca a ex-companheira na última quarta-feira (11) no distrito de São Domingos, em Brejo...

Matérias mais vistas