Páginas

sábado, 11 de junho de 2022

Câmara Setorial têxtil de Pernambuco se reúne em Santa Cruz do Capibaribe


 Nesta terça-feira (7), foi realizada, no Centro Administrativo do Moda Center, a 5ª reunião presencial da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva de Têxtil e de Confecções do estado de Pernambuco. Presidida pelo empresário santa-cruzense Valmir Ribeiro, a reunião teve a participação do diretor da ADEPE, Roberto Abel, o gerente da SEFAZ-PE, João Luiz, o síndico do Moda Center, José Gomes Filho, o presidente da ACIT, Luiz Carlos, o presidente da ASCAP, Josivan Ramos, o diretor do NTCPE Wamberto Barbosa, entre outros agentes de entidades ligadas setor têxtil do estado participaram do encontro, que aconteceu de forma híbrida, com participantes presenciais e de forma remota.

Dentre os pontos abordados, dois tiveram maior destaque: O decreto 52.914/2022, que amplia para R$ 5 mil o valor que pode ser emitido em nota fiscal de consumidor eletrônica sem a identificação do destinatário (antes era de R$ 1.000,00); e a utilização dos recursos do Fundo de Desenvolvimento da Cadeia Têxtil e de Confecções (FUNTEC) para apoiar os eventos de moda realizados em Santa Cruz, Toritama e Caruaru.

O Decreto – De acordo com os participantes, o aumento do limite para emissão de notas fiscal sem a necessidade de registrar do CPF do comprador agilizará o processo de vendas, não só no setor têxtil, mas em todo o comercio do estado. Outro ponto apresentado pelo gerente da Secretaria de Fazenda, João Luiz. Foi a apresentação do Aplicativo que facilitará ainda mais a emissão das notas fiscais avulsas da SEFAZ/PE ao custo de apenas 2%, como já acontecia no Polo de Confecções nas unidades do Expresso da Moda em Santa Cruz, Toritama e Caruaru. O serviço também poderá ser realizado de forma mais ágil pelo aplicativo da “Nota da Moda”, lançado na nesta quarta-feira (8), no Centro de Eventos do Moda Center.

Proposta para uso de recursos do Funtec – De acordo com Valmir Ribeiro, o Governo do Estado deveria prestar um apoio financeiro ainda maior aos eventos de moda nas cidades do Polo. O presidente sugere que sejam garantidos recursos na ordem de R$ 1 milhão por ano, sendo R$ 200 mil para cada um desses eventos: Estilo Moda Pernambuco (realizado pelo Moda Center), Festival do Jeans de Toritama, duas rodadas de negócios em Caruaru e a rodada “Moda e Negócios” realizada pela CDL Santa Cruz do Capibaribe.



Fonte Assessoria


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Famílias do Agreste Meridional recebem kits do programa Pernambuco que Alimenta

  Iniciativa estadual tem o objetivo de enfrentar a insegurança alimentar e nutricional por meio da destinação de gêneros alimentícios adqui...

Matérias mais vistas