Páginas

sexta-feira, 15 de julho de 2022

Vale derrete junto com o minério: -7%

 Queda forte da Vale (e da Petro) arrastam o Ibovespa para o vermelho: -1,80%. E a xepa continua, com Cielo e Magalu em alta.

Parece que os mercados financeiros estão perto de completar um 360°. Uma virada de ciclo. Tal como já aconteceu diversas vezes, ações das gigantes das commodities entram em baixa e cedem lugar a papéis de varejo e tecnologia.

A maior queda do Ibovespa nesta quinta foi a Vale (-6,66% – a pior desde novembro de 2021). Enquanto isso, a maior alta foi Cielo (6,44%). Distópico, não? Como a Vale tem um peso equivalente ao de 63 Cielos no Ibovespa (o número é esse mesmo), não teve conversa: o índice fechou em queda de 1,80%, a 96.121 pontos, com uma mãozinha dos -2,69% da Petrobras (48 Cielos…).

Ou seja: não falta quem migre de papéis muito valorizados, leia-se caros, para os mais descontados: Cielo, Magalu. Hora de aproveitar a xepa da feira, afinal.

O movimento é fruto de um certo desespero no mercado diante de duas bombas: juros altos e recessão. (No Brasil, ainda temos uma cereja apelidada de PEC Kamikaze em cima do bolo).

Bom, juros altos criam recessão, e inflação cria juros altos. Os EUA começaram a subir os deles há pouco tempo. E eles seguem até mirrados, em 1,75%. Mas uma alta a patamares realmente elevados para o dólar (coisa de 4%) é dada quase como certa, já que a inflação decidiu pisar de vez no acelerador.

Após o CPI (inflação oficial dos EUA) ir de uma alta anual de 8,5% em maio para 9,1% em junho, hoje o PPI (índice de preços ao produtor, uma espécie de IGPM deles) acabou por cimentar a alta de preços por lá.

Na comparação anual, o PPI subiu 11,3% em junho, o maior salto desde o recorde de 11,6% em março deste ano. Em maio, a alta tinha sido 10,9%.

A atual leitura do mercado é que o Fed (banco central dos EUA) vai priorizar o combate à inflação mesmo que isso custe uma recessão. Na semana passada ainda se discutia se a autoridade sairia de sua próxima reunião, dia 27 de julho, com um aumento de 0,5 ou de 0,75 ponto percentual. Agora já há quem aposte em 1 pp – caso do Citibank.

Para piorar o drama em Wall Street, a temporada de balanços do segundo trimestre começou com um balde de água fria. Os bancões JPMorgan e Morgan Stanley decepcionaram. O primeiro apresentou uma queda de 28% nos lucros em relação ao segundo trimestre do ano passado. O segundo, de 29%. Se tivessem combinado, não daria algo tão próximo.

Muita gente por lá deve ter pensado: "Se até eles estão em maus lençóis, imagina o resto…". Queda de 0,30% no S&P 500.

                       Recessão?

Apesar de ainda estar em um estado de pleno emprego (só 3,6% procuram trabalho e não encontram), há sinais de piora. Os pedidos de seguro-desemprego nos EUA subiram para o maior nível desde novembro: 244 mil pessoas deram entrada no benefício, 9 mil a mais que na semana anterior e que a expectativa. Com recessão à vista, empresas tendem a adiar contratações e adiam demissões.

Uma eventual recessão americana puxaria o resto do mundo para baixo. E essa é a maior razão para a queda do minério de ferro, que tragou a Vale para as trevas. A matéria-prima do aço tombou 8%, e foi ao seu menor valor desde novembro de 2021.

O petróleo até que não apanhou tanto (queda de 0,47%, a US$ 99,10). Na mínima do dia, porém, ele chegou a abaixo da cotação em que estava antes da guerra na Ucrânia (US$ 96,84).

Falando em guerra na Ucrânia, um momento de comédia involuntária. “Eu sei como seria a solução do caso (a invasão russa)", disse Jair Bolsonaro numa entrevista à CNN. O presidente tem um telefonema marcado com Volodomyr Zelenski para o próximo dia 18. E disse que estava a fim de dar algumas dicas ao seu par ucraniano. "Vou dar minha opinião e dizer o que acho (...). Mas não vou adiantar. Como acabou a guerra da Argentina com o Reino Unido, em 1982? É por aí".

É. Por aí… Boa sorte, Zelenski.

Até amanhã!


Maiores altas

 

Cielo (CIEL3): 6,44%

 

BB Seguridade (BBSE3): 4,31%

 

RaiaDrogasil (RADL3): 3,67%

 

Magazine Luiza (MGLU3): 2,83%

 

Cosan (CSAN3): 2,21%

 

Maiores baixas

 

Vale (VALE3): -6,6%

 

CSN (CSNA3): -6,40%

 

Cyrela (CYRE3): -5,95%

 

Bradespar (BRAP4): -5,445

 

BTG (BPAC11): -4,86%


Ibovespa: -1,80%, a 96.121 pontos

 

Em NY:

S&P 500: -0,30%, a 3.790 pontos

Nasdaq: 0,03%, a 11.251 pontos

Dow Jones: -0,46%, a 30.630 pontos

 

Dólar: 0,51%, a R$ 5,4333

Petróleo

Brent: -0,47%, a US$ 99,10

WTI: -0,54%, a US$ 95,78

Minério de ferro: -7,91%, US$ 100,29 no porto de Qingdao (China)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Comerciante reage a assalto e mata suspeito a tiros no Agreste de Pernambuco

  Foto: Blog Ney Lima Um comerciante reagiu a um assalto e matou um dos suspeitos de tentar assaltar seu estabelecimento comercial na manhã ...

Matérias mais vistas