Páginas

sábado, 13 de agosto de 2022

De 'nenhum bem cadastrado' a R$ 1,9 milhão; veja patrimônios declarados por candidatos ao governo de PE à Justiça Eleitoral

 Dos 11 candidatos que fizeram registro no TSE, oito tinham informado os bens, até esta quarta (10). Candidaturas podem ser oficializadas até 15 de agosto.


Palácio do Campo das Princesas, no Centro do Recife, é a sede do governo de Pernambuco — Foto: Pedro Alves/g1


A Justiça eleitoral divulgou declarações de bens de candidatos ao governo de Pernambuco em 2022 que já registraram candidaturas no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PE). Os valores vão de "nenhum bem cadastrado” a R$ 1,9 milhão.

O patrimônio mais alto até agora é o do candidato do União Brasil, Miguel Coelho. Claudia Ribeiro, do PSTU, não tem bens cadastrados.

Pernambuco tem 11 candidatos registrados na Justiça Eleitoral. Desse total, oito tinham informado o patrimônio, até esta quarta (10). O prazo de registro de candidaturas no Tribunal Superior Eleitoral termina em 15 de agosto.

Veja abaixo qual foi o patrimônio informado por cada candidato, em ordem alfabética:


Anderson Ferreira (PL) - R$ 1,7 milhão

O candidato do PL ao governo de Pernambuco, Anderson Ferreira, declarou ter um patrimônio de R$ 1.790.962,00 no registro de sua candidatura. A quantia superior à informada no pleito de 2020, quando ele declarou R$ 1.773.840,69, ao vencer a disputa pela prefeitura de Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife.

Anderson Ferreira informou que tem um apartamento de R$1.347.390,42. Também declarou duas casas, de R$ 28 mil e R$ 40 mil. O candidato disse que os demais bens estão em aplicações e em dinheiro em espécie.


Claudia Ribeiro (PSTU) - Não declarou bens


A candidata do PSTU ao governo de Pernambuco, Cláudia Ribeiro, não tinha registrado declaração de bens até a última atualização desta reportagem.


Danilo Cabral (PSB) - R$ 980,6 mil

O candidato do PSB ao governo, Danilo Cabral, informou à Justiça Eleitoral que tem patrimônio de R$ 980.681,55. O valor é maior do que a declaração que ele fez em 2018, quando se candidatou e venceu a eleição para deputado federal. Na época, a declaração de bens foi de R$ 949.277,88

Na declaração de 2022, Danilo Cabral informou que tem R$ 600 mil em “outros bens imóveis”, R$ 203 mil em veículos, além de R$ 27,2 mil em uma conta bancária.

Jadilson Bombeiro (PMB) - R$ 210 mil

O candidato do PM, Jadilson Bombeiro, informou ter patrimônio de R$ 210 mil. Na eleição de 2020, quando disputou e perdeu para vereador de Olinda, não houve registro de bens.

Em 2022, Jadilson declarou um apartamento de R$ 150 mil e “outros bens móveis” de R$ 60 mil.

Marília Arraes (SD) - R$ 1,1 milhão

Candidata do Solidariedade ao governo de Pernambuco, Marília Arraes declarou patrimônio de R$1.173.614,64. Esse valor é maior do que o registrado na Justiça Eleitoral quando ela disputou e perdeu a eleição para perfeita do Recife, em 2020, com um total de R$1.084.729,44.

Em 2022, Marília Arraes informou que tem um apartamento de R$ 735 mil, veículo de R$ 110 mil, além de R$ 146 mil em dinheiro em espécie e aplicações.

Miguel Coelho (União Brasil) - R$ 1,9 milhão

O candidato do União Brasil ao governo de Pernambuco, Miguel Coelho, declarou ter um patrimônio de R$1.966.870,43.

Esse valor é maior do que o declarado, em 2020, quando ele venceu a eleição para prefeito de Petrolina, no sertão. Na época, ele informou ter bens de 836.741,60.

Em 2022, Miguel Coelho informou o maior volume de bens, R$749.749,53, é de “crédito decorrente de empréstimo”. Os demais recursos estão em aplicações e fundos de investimento.

Pastor Wellington Carneiro (PTB) - R$ 337, 6 mil

O candidato ao governo de Pernambuco pelo PTB, pastor Wellington Carneiro, declarou ter patrimônio de R$ 337.361. O valor é maior do que ele informou, em 2020, quando concorreu e perdeu como candidato a vice-prefeito do Recife. Na época, informou ter R$ 241.663, 38.

Na declaração de bens de 2020, o candidato disse que tem uma casa de R$ 100 mil e outra de R$ 50 mil. Os demais recursos são de carros e depósitos bancários.

Raquel Lyra (PSDB) - R$ 340, 5 mil

A candidata ao governo pelo PSDB, Raquel Lyra, informou ter um patrimônio de R$ 340.576,99. O valor é menor do que o declarado na eleição de 2020, quando ela venceu a disputa pela prefeitura de Caruaru, no Agreste. Na época, foi declarado patrimônio de R$ 394.609,88.

A candidata informou ter um apartamento de R$289.574,20 e o depósito de R$ 1 em conta corrente.

Ainda não publicaram as declarações de bens em Pernambuco João Arnaldo (PSOL), Jones Manoel (PCB) e Ubiracy Olímpio (PCO).


Por g1 PE

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Justiça Eleitoral altera locais das secções do Teatro Municipal, AABB e Evany Patriota Cordeiro nas eleições deste ano

  Os eleitores santa-cruzenses que votam nas secções que fazem parte da Escola Evany Patriota Cordeiro (59, 60, 63, 68 e 72), na AABB (123, ...

Matérias mais vistas