Páginas

sexta-feira, 2 de setembro de 2022

Acusado de assassinar policial militar em Santa Cruz, é condenado a 12 anos de prisão

 

O policial Eriton de Oliveira Pereira, foi morto no Bairro Cruz Alta.


Foi a júri popular nesta quinta-feira (01º) no Fórum de Santa Cruz do Capibaribe, Carlos Eduardo Ferreira da Silva, mais conhecido por “Joãozinho”, acusado de ter assassinado o policial militar Eriton de Oliveira Pereira (SD Pereira).

Na época do crime em setembro de 2018, conforme foi apurado pela denúncia, indivíduos em uma moto ao avistarem o policial, sendo que um deles (o acusado) teria efetuado um disparo de arma de fogo, vindo a atingir o soldado no tórax.

Carlos Eduardo Ferreira da Silva (Foto: Arquivo)

O crime ocorreu próximo a uma representação Rua Assis Severino Chagas, Bairro Cruz Alta, por trás do antigo clube “Ôba Ôba”. Em março do ano seguinte, o acusado acabou sendo preso pela polícia através de um mandando de prisão.

Com o julgamento realizado nesta quinta, foi decidido por maioria, condenar o réu Carlos Eduardo Ferreira da Silva, fixando a pena de 12 anos de reclusão, que terá que ser cumprida de início em regime fechado. Na sentença, foi negada a possibilidade do réu o direito de recorrer em liberdade.


Blog do Ney Lima

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Pesquisa Ipec: Marília, 34%, Raquel, 15%, Miguel, 13%, Danilo, 13%, Anderson, 11%

  Pesquisa Ipec divulgada há pouco, encomendada pela Globo, mostra que Marília Arraes (Solidariedade) se manteve na liderança da disputa, co...

Matérias mais vistas