Páginas

quinta-feira, 15 de setembro de 2022

Miguel relembra fracasso de Danilo como gestor do transporte público da Região Metropolitana

 


No debate realizado nesta terça-feira (13) pela Rádio Jornal no Recife, o candidato a governador Miguel Coelho lembrou o fracasso de Danilo Cabral e do PSB na gestão do transporte público da Região Metropolitana. Como secretário das Cidades do governo do estado, Danilo Cabral destinou R$ 100 milhões para o projeto de navegabilidade do Rio Capibaribe, que não saiu do papel. O deputado federal socialista também ficou marcado por diversas obras de mobilidade prometidas e nunca realizadas em sua participação no governo Paulo Câmara.

Segundo Miguel, as intervenções prometidas poderiam contribuir para desafogar o trânsito na Região Metropolitana, mas, passados 16 anos das gestões do PSB no governo e na prefeitura, o trânsito e o transporte público continuam sendo um dos maiores problemas para a população, que enfrenta ônibus velhos, tarifa cara e metrô totalmente sucateado. “A gente percebe que Danilo tem dificuldade de explicar o inexplicável. Só no Rio Capibaribe foram desperdiçados mais de R$ 100 milhões e, tirando a parte ambiental, a gente não viu as estações, não viu a ajuda para a população que precisa de um novo modal.”

Miguel também falou sobre as promessas nunca cumpridas pelo PSB, como a redução da tarifa de ônibus e as obras inacabadas de mobilidade, que refletem hoje na Região Metropolitana do Recife, cujo trânsito é considerado o pior do Brasil, de acordo com o ranking internacional TomTom. “Danilo fala de um plano de 10 anos atrás, já se passaram 16 anos do governo do PSB que ele representa, e o povo continua sofrendo. Eles prometeram tarifa a R$ 2,10, e a população paga R$ 4,10”, disse Miguel. “O que me preocupa é que, quando Danilo saiu da Secretaria das Cidades, quem assumiu foi o candidato a senador na chapa de Marília Arraes, o que só mostra como vocês representam mais do mesmo e a mesma coisa retrógrada e atrasada”, acrescentou.

O candidato do União Brasil destacou sua experiência como prefeito de Petrolina, quando enfrentou o problema do transporte público. “Fui ameaçado de morte, mas com muita coragem e atitude, troquei os ônibus, diminui a tarifa e é isso que vamos fazer aqui. Vamos fazer uma nova licitação integrando metrô, ônibus e complementares, de forma legal e fiscalizada”, afirmou. “Não dá mais para aguentar o caos da mobilidade. O que está faltando em Pernambuco é um governador que resolva os problemas do estado com atitude, coragem e liderança. Se fizemos em Petrolina, também vamos fazer pelo estado a partir do próximo ano”, garantiu Miguel.


Foto: Max Brito

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Justiça Eleitoral altera locais das secções do Teatro Municipal, AABB e Evany Patriota Cordeiro nas eleições deste ano

  Os eleitores santa-cruzenses que votam nas secções que fazem parte da Escola Evany Patriota Cordeiro (59, 60, 63, 68 e 72), na AABB (123, ...

Matérias mais vistas