Páginas

terça-feira, 4 de outubro de 2022

Lula e Bolsonaro vão ao segundo turno das eleições presidenciais

 "Não podemos, em hipótese alguma, deixar de agradecer a cada pernambucano e a cada pernambucana que sonhou junto conosco," disse Alessandra.

A finalização da apuração das urnas, neste domingo (02/10), computou mais de 880 mil votos válidos à chapa do União Brasil na disputa para o governo do estado de Pernambuco, e a companheira do candidato a governador Miguel Coelho, a deputada estadual e candidata a vice-governadora Alessandra Vieira agradeceu aos pernambucanos e pernambucanas que depositaram nas urnas a confiança no grupo e nas propostas por eles apresentadas.

“Não podemos, em hipótese alguma, deixar de agradecer a cada pernambucano e a cada pernambucana que sonhou junto conosco. Concluímos mais essa missão com a certeza de que combatemos o bom combate, que nos doamos completamente ao povo pernambucano, ouvindo as demandas de cada região e elaborando um plano de governo que iria, verdadeiramente, trazer dias melhores para o nosso estado”, disse Alessandra após coletiva de imprensa realizada no escritório do partido, no bairro de Boa Viagem, no Recife.

Ao lado de Miguel e do candidato ao senado da chapa, Carlos Andrade Lima, a deputada afirmou que irá dar continuidade ao seu mandato na Assembleia Legislativa de Pernambuco, que será concluso em janeiro de 2023, e continuará engajada na política. “A militante que habita em mim está mais viva e forte do que nunca. Continuarei trabalhando em prol das causas que acredito, defendendo as mulheres, as crianças e adolescentes, as pessoas com deficiência e tantos outros públicos vulneráveis”, destacou Alessandra.

Sobre o segundo turno, Alessandra desejou sorte às candidatas Marília Arraes e Raquel Lyra. Ela também agradeceu ao companheiro de chapa. “A Miguel, expresso toda a minha gratidão pelo convite, pela parceria e confiança depositada. Agora, anunciamos o nosso apoio à candidatura de Raquel Lyra e esperamos que a democracia e o desejo do povo seja respeitado”, finalizou.

Sobre o falecimento do empresário e marido da ex-prefeita de Caruaru, Fernando Lucena, Alessandra emitiu, pela manhã, uma nota de pesar, a qual segue na íntegra.


Nota de pesar | Alessandra Vieira

A deputada estadual e candidata a vice-governadora de Pernambuco pelo União Brasil, Alessandra Vieira, lamenta o falecimento do empresário Fernando Lucena, marido da candidata à governadora do estado, Raquel Lyra. Alessandra se solidariza com a ex-prefeita de Caruaru e seus familiares, desejando-lhes força e fé para superar esse momento tão doloroso.

Lula e Bolsonaro vão ao segundo turno das eleições presidenciais

A partir desta segunda-feira (3), recomeça a campanha eleitoral nas ruas e, no dia 7, a propaganda gratuita na rádio e TV. 

Ficou para o segundo turno, marcado para o dia 30 de outubro, a definição sobre quem será o próximo presidente do Brasil. Como esperado, antes mesmo do início da campanha, os dois protagonistas dessas eleições, Lula (PT) e Bolsonaro (PL), garantiram suas participações na disputa para definir os rumos do País nos próximos 4 anos. 

Mesmo terminando na frente, Lula não conseguiu alcançar o patamar necessário para encerrar as eleições no primeiro turno, que seria superar os 50% dos votos úteis – que desconsidera os votos brancos e nulos. 

A partir desta segunda-feira (3), recomeça a campanha eleitoral nas ruas e, no dia 7, a propaganda gratuita na rádio e TV. 

Bolsonaro surpreende pesquisas
A eleição presidencial no Brasil será definida no segundo turno, em 30 de outubro, depois de o presidente Jair Bolsonaro (PL) apresentar neste domingo (2) um desempenho surpreendente frente ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que venceu por uma estreita margem.

Ao final de uma apuração disputadíssima, na qual Bolsonaro abriu vantagem de até sete pontos, que foi diminuindo a conta-gotas, os resultados situaram o ex-presidente Lula com 48,39% dos votos, frente a 43,23% para o presidente, após a apuração de 99,85% das urnas.

Os principais institutos de pesquisa anteciparam uma ampla vantagem para Lula há meses e inclusive tinham antecipado a possibilidade de que o ex-presidente vencesse já neste domingo sem a necessidade de um segundo turno.

No entanto, Bolsonaro resistiu e obteve um resultado no qual apenas seus apoiadores acreditavam. 

Bolsonarismo fortalecido
"Vencemos a mentira no dia de hoje", disse Bolsonaro, em alusão aos institutos de pesquisa, em declarações a jornalistas no exterior do Palácio da Alvorada, em Brasília, mostrando-se otimista frente ao "segundo tempo" da disputa.

O bolsonarismo também saiu fortalecido nas eleições legislativas e de governadores, celebradas paralelamente. Para a Câmara Federal, por exemplo, foi eleito deputado seu ex-ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles (PL-SP), que precisou deixar o governo por denúncias de corrupção.

"Eu me atreveria, inclusive, a dizer que o bolsonarismo venceu o primeiro turno", disse Bruna Santos, do Instituto Brasil, do Wilson Center, centro de análise em Washington. "Saiu reforçado no Congresso e no Senado. Sem mencionar que ampliou sua base nos governos estaduais", acrescentou.

Disputa estendida
Enquanto isso, Lula, que inclusive tinha reservado a Avenida Paulista para comemorar a vitória em grande estilo, agora terá que disputar cada voto.

"A luta continua até a vitória final", disse o ex-presidente, de 76 anos, no hotel em São Paulo onde aguardou os resultados. "Isso para nós é apenas uma prorrogação", acrescentou.

"Vamos ter que viajar mais, fazer mais atos públicos, mais comícios" para "convencer a sociedade brasileira daquilo que estamos propondo", emendou o ex-presidente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Chacina em São João: bebê e outras quatro pessoas são assassinadas a tiros; outras sete ficam feridas

  Crime aconteceu na noite da quinta-feira (26) e foi motivado por 'rixa entre grupos ligados ao tráfico de drogas', segundo o gover...