Páginas

sábado, 5 de novembro de 2022

Homem é preso por extorquir duas irmãs ao ameaçar divulgar fotos e vídeos íntimos; vítimas perderam mais de R$ 100 mil em Pernambuco

 

Homem é preso por extorquir irmãs ameaçando divulgar fotos e vídeos íntimos.

Um homem de 37 anos foi preso em flagrante por extorquir duas mulheres através da internet, ameaçando divulgar vídeos e fotos íntimas das vítimas. Segundo a Polícia Civil, as duas são irmãs e perderam mais de R$ 100 mil para o golpista, que criou personagens e namorou virtualmente com ambas.

As vítimas procuraram a Delegacia de Polícia de Repressão aos Crimes Cibernéticos, no Recife, na quinta-feira (3). "Elas estavam muito, mas muito abaladas psicologicamente. Estavam realmente em desespero", contou o delegado responsável pelo caso, Eronides Meneses.

Mensagens enviadas por homem preso por extorquir irmãs — Foto: Reprodução/PCPE

O homem trabalhava como office boy e é casado. Inicialmente, ele pedia dinheiro emprestado após ganhar confiança, alegando problemas de saúde e familiares. Depois, ao obter as imagens íntimas, começou a fazer ameaças, segundo o investigador (veja, mais abaixo, sobre o namoro falso).

Enquanto as duas estavam na delegacia, o homem mandou mensagem exigindo pagamento. Com isso, Meneses explicou que acionou a Delegacia de Cumaru, no Agreste, onde ele morava e foi preso em flagrante.
"Ele utilizava a própria conta para receber esses valores que ele solicitava. Uma das vítimas, infelizmente, contraiu até empréstimos para emprestar a ele e também para pagar o valor que ele exigia, superando aí R$ 100 mil", disse o delegado.
Com o nome e o CPF que constavam na conta bancária, os policiais conseguiram localizar o homem na quinta-feira. "Ele alegou que era viciado em jogos de azar e bebidas, já tendo gastado todo o dinheiro", afirmou Meneses.

Namoro virtual e extorsão

Irmãs entregaram provas da extorsão que sofriam de homem prso — Foto: Divulgação/PCPE

Uma das irmãs começou a se relacionar, pela internet, com o homem em 2018, relatou o investigador. "Ele criou um perfil falso, começou a se relacionar com uma e, anos depois, criou outro perfil falso para também iniciar um relacionamento virtual", disse.

Para enganar as mulheres, o homem usava fotos de outras pessoas, obtidas pela internet, e nomes falsos. Segundo o delegado, ele criou também perfis falsos de mãe e tia do "namorado" para enganar as duas.
"Ele era muito convincente. [...] Então, ele alegava que trabalhava muito, que a mãe estava muito doente. Ele desenvolveu essa história por muitos meses, até adquirir a confiança", contou.
O delegado contou que ele desenvolvia essa relação de confiança com as mulheres, enviando também fotos íntimas para as convencer. Ainda segundo Meneses, o homem parecia "profissional" em criar os perfis falsos.
"Parecia bem profissional, realmente, a criação dos perfis. Os demais perfis, se passando por familiares para convencer realmente a vítima, a quantidade de fotos que ele adquiria daquele personagem que ele criava. Então, é possível que tenha outras vítimas aqui no estado ou até no Brasil", declarou.
Após a prisão em flagrante por "sextorsão", o homem, que não teve o nome divulgado, foi encaminhado para audiência de custódia. Como a identidade não foi revelada, não foi possível saber se ele teve a prisão confirmada pela Justiça.

Com informações do G1 Pernambuco

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Guarda Civil Municipal realizará tradicional Culto de Natal, em Santa Cruz do Capibaribe

  O efetivo da Guarda Civil Municipal de Santa Cruz do Capibaribe realizará um tradicional culto de natal, promovido pela guarnição. Na ocas...

Matérias mais vistas