Páginas

sexta-feira, 30 de dezembro de 2022

PF investiga caruaruense que divulgou vídeo ameaçando de morte o presidente eleito Lula

 Em depoimento, o suspeito alegou que gravou o vídeo por brincadeira

Na manhã de quinta-feira (29), a Delegacia da Polícia Federal em Caruaru recebeu, de diversas fontes, notícia de que circulava nas redes sociais o vídeo de um homem portando um suposto rifle, equipado com tripé e supressor de ruídos, ameaçando matar o Presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva (PT) durante a cerimônia de posse, que acontece no domingo (1).

Diligências iniciais foram adotadas no sentido de identificar e localizar o autor do vídeo, que posteriormente compareceu espontaneamente na Polícia Federal, apresentando a arma usada durante a filmagem, ocasião em que foi constatado se tratar de uma arma de pressão por ação de ar comprimido (popularmente conhecida como espingarda de chumbinho).

Na sede da Delegacia da PF em Caruaru, o investigado alegou que gravou o vídeo por brincadeira, sem intenção de publicá-lo, mas que acabou postando de maneira não intencional nos stories do seu Whatsapp, onde permaneceu por aproximadamente 10 minutos.

O suspeito declarou ainda que não teve a intenção de ameaçar o Presidente Lula e que o vídeo foi feito de forma jocosa, não sendo as ameaças concretas ou verdadeiras.

Além da arma de pressão, o investigado também apresentou uma pistola calibre 9mm, que possui na condição de CAC, devidamente registrada junto ao Exército Brasileiro.

As armas foram apreendidas e será instaurado inquérito policial para apurar os fatos. O suspeito poderá responder pelos delitos de ameaça e incitação ao crime.

Fonte: Polícia Federal

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Chacina em São João: bebê e outras quatro pessoas são assassinadas a tiros; outras sete ficam feridas

  Crime aconteceu na noite da quinta-feira (26) e foi motivado por 'rixa entre grupos ligados ao tráfico de drogas', segundo o gover...