Páginas

sábado, 14 de janeiro de 2023

Homem mais rico do Brasil perde US$ 329 milhões com ações da Americanas

 

 Americanas ter identificado uma inconsistência contábil de R$ 20 bilhões, ligada às contas de fornecedores, Jorge Paulo Lemann, economista, empresário e homem mais rico do Brasil na atualidade segundo ranking de bilionários da Forbes, perdeu, nesta quinta-feira (12), US$ 329 milhões, equivalente a R$ 1,68 bilhão de sua fortuna.

Rombo das Americanas equivale ao valor de mercado do Magazine Luiza, Ibovespa tem queda de 0,59% em dia de "bomba"das Americanas A empresa teve uma queda de cerca de 80% de suas ações nas suas ações e foi resultado do anúncio do CEO Sergio Rial, renunciando ao seu cargo presidencial apenas 10 dias após ter assumido, motivado pela descoberta de um rombo contábil de R$ 20 bilhões nos balanços da companhia, afirmando ainda que as inconsistências no balanço da empresa já se arrastam por cerca de sete a nove anos.

Outros nomes como Marcel Herrmann Telles e Carlos Alberto Sicupira, respectivamente segundo e terceiro homens mais ricos do país, também tiveram perdas milionárias, sendo que Telles registrou um declínio de US$ 173 milhões em seu patrimônio de US$ 10,8 bilhões, enquanto Carlos Alberto sofreu uma perda de US$ 199 milhões, ficando com US$ 8,8 bilhões.

Os três empresários são sócios na empresa de investimentos 3G Capital e, por intermédio dela, investem na Americanas e em outras empresas. Juntos, eles têm cerca de 29% de participação na varejista, e também eram controladores da Americanas, porém abriram mão do posto na reorganização societária da empresa, que agora é controlada pela B2W.


Texto: Correio Braziliense Foto: Google/Reprodução

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Chacina em São João: bebê e outras quatro pessoas são assassinadas a tiros; outras sete ficam feridas

  Crime aconteceu na noite da quinta-feira (26) e foi motivado por 'rixa entre grupos ligados ao tráfico de drogas', segundo o gover...