Páginas

PROGRAMA A VOZ DA ZONA RURAL - PARA FM

terça-feira, 14 de março de 2023

Ex-pregador Igor Tavares é detido após assassinar jovem a facadas devido a ciúmes

 

Nesta segunda-feira (13) a cidade de Santa Cruz do Capibaribe foi surpreendida com a notícia da prisão do ex-presbítero e pregador evangélico, Igor Tavares. Ele é acusado de matar um homem com aproximadamente dez facadas em um posto de combustível na Avenida General Arthur, no bairro Imbiribeira, no Recife-PE.

Segundo informações da polícia, a vítima, Jhonatas Torres de Moraes, de 22 anos, trabalhava no estabelecimento quando foi surpreendido pelo acusado, que estava armado com uma pistola de airsoft e uma faca do tipo peixeira. Antes de cometer o crime, Igor obrigou Jhonatas a destravar seu aparelho celular para ver conversas da vítima com sua ex-esposa. Segundo o delegado responsável pelas investigações, trata-se de um crime passional, uma vez que Jhonatas estava supostamente se relacionando com a ex-companheira de Igor Tavares.

Vale ressaltar que, em dezembro de 2020, a Comarca de Santa Cruz do Capibaribe expediu mandado de prisão em desfavor de Igor por tentativa de feminicídio praticado contra uma ex-namorada na Capital da Moda. O acusado acabou sendo preso pelo homicídio cometido no Recife e encontra-se à disposição da justiça.

Histórico

Igor tornou-se figura conhecida em Santa Cruz e região pelas suas pregações e constantes visitas a diversos ministérios. Mesmo após as polêmicas no ano de 2020 envolvendo o seu pedido de prisão, ele retornou a algumas congregações para ministrar, porém acabou se mudando para outro município onde se casou.

Nas redes sociais, a ex-esposa de Igor relatou o crime e detalhou que sofria diversas agressões do mesmo, o que a levou a querer se divorciar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Lero empossa novo secretário de Articulação Governamental de Taquaritinga do Norte

  O Prefeito de Taquaritinga do Norte, Ivanildo Mestre “Lero”, nomeou o novo Secretário de Articulação Governamental, Eberton Nunes de Souza...