Páginas

quarta-feira, 5 de julho de 2023

Parceria entre SAD e Hemope cadastra doadores de medula

 


A Secretaria de Administração (SAD), por meio do Programa Expresso Cidadão, firmou parceria com a Fundação de Hematologia e Hemoterapia de Pernambuco (Hemope) para aumentar o quantitativo de pessoas cadastradas como doadoras voluntárias de medula óssea. Para isso, a instituição estará na unidade do Expresso Cidadão Pina, situada no Shopping Rio Mar, no dia 13 de julho, realizando o cadastro de doadores. Para participar, é necessário realizar o agendamento no endereço www.pecidadao.pe.gov.br/#/agendamento.

Os interessados devem ter entre 18 e 35 anos de idade. É importante esclarecer que o doador permanece no cadastro até os 60 anos e pode realizar a doação até esta idade. Basta apresentar bom estado de saúde e não possuir doença impeditiva para cadastro e doação de medula (acesse o link para saber mais: redome.inca.gov.br/doencas-impeditivas-do-cadastro-e-da-doacao/).

 

De acordo com a secretária de Administração, Ana Maraíza de Sousa Silva, “essa é uma importante parceria, pois é por meio do cadastro que temos a oportunidade de ajudar a aumentar as chances de quem precisa de uma medula”, afirmou a titular da pasta.

 

Já para o secretário Executivo de Administração e Patrimônio da SAD, Anselmo Carvalho, “é essencial firmamos novas parcerias e oferecermos serviços que facilitem e tragam benefícios à vida do cidadão”, enfatizou.

 

Segundo a Fundação de Hematologia e Hemoterapia de Pernambuco, a chance de encontrar uma medula compatível entre irmãos é de 25% e entre pessoas que não são parentes pode chegar de 1 em 100 mil até 1 em 1 milhão. Além do ato de solidariedade, o doador cadastrado no Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea (REDOME) tem direito a meia-entrada em cinemas, teatros e espetáculos, nos termos da Lei n° 16.724/2019.

 

Etapas – Para participar do cadastro, basta seguir os seguintes passos: realizar o agendamento no site: www.pecidadao.pe.gov.br/#/agendamento; apresentar documentação necessária; assistir apresentação explicativa sobre o processo de doação de medula óssea e esclarecer eventuais dúvidas; assinar termo de consentimento e coletar amostra de sangue (5 ml) para exame de tipagem HLA.

 

Transplante – O transplante de medula óssea é indicado para o tratamento de cerca de 80 doenças relacionadas às células do sangue e deficiências no sistema imunológico, como leucemias, linfomas, doenças do sistema imune em geral, dos gânglios e do baço, anemias graves, além de mielodisplasias, doenças do metabolismo e vários tipos de tumores.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Kassab nega que tenha convidado Raquel, mas afirma que o PSD está de portas “escancaradas” para a governadora

  Em entrevista ao programa Cidade em Foco, da Rede Pernambuco de Rádios, e ao blog, o presidente nacional do PSD, ex-ministro e atual secre...