Páginas

sexta-feira, 11 de agosto de 2023

Proposta do CNS de descriminalizar aborto e uso pessoal de maconha é repudiada pelo deputado Abimael Santos

 


O deputado estadual Abimael Santos tornou público seu repúdio à recente proposta do Conselho Nacional de Saúde (CNS) que visa descriminalizar o aborto e o uso pessoal de maconha no país. O parlamentar, conhecido por suas posições de direita, expressou sua preocupação com as implicações sociais e de saúde pública de tais medidas.


A proposta do CNS tem gerado debates acalorados em todo o país, dividindo opiniões entre aqueles que acreditam que a descriminalização é uma medida progressista e aqueles que a consideram um risco para a sociedade. Abimael Santos posicionou-se claramente entre os críticos da proposta, destacando sua preocupação com o impacto que a descriminalização do aborto e do uso pessoal de maconha poderia ter sobre a moral e os valores da sociedade.


Em um vídeo nas redes sociais, o deputado Abimael Santos explicou sua visão sobre o assunto: "Uma coisa que eu fico indignado é que quem defende o aborto já nasceu. Depois que nasce é muito bom defender o aborto. Será que uma criança no ventre, se pudesse falar, diria que quer nascer ou morrer?".


O deputado também enfatizou a importância de buscar alternativas que promovam a conscientização e o acesso a informações sobre essas questões sensíveis. Ele argumentou que é necessário investir em programas educacionais e de prevenção, ao invés de simplesmente legalizar práticas que têm o potencial de trazer consequências negativas.

Fonte assessoria

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

CARGA DE 400 KG DE QUEIJO SEM REFRIGERAÇÃO É RETIDA PELA PRF EM GARANHUNS

  Motorista era reincidente; mercadoria também possuía irregularidades na certificação Uma carga de 400 Kg de queijo mussarela que era trans...