Páginas

PROGRAMA A VOZ DA ZONA RURAL - PARA FM

sexta-feira, 8 de dezembro de 2023

Banco do Nordeste apresenta opções de investimento em infraestrutura a investidores em São Paulo

 


Diretor Aldemir Freire, durante o Fórum Infraestrutura Cidades e Investimentos

Fortaleza (CE), 7 de dezembro de 2023 - O Banco do Nordeste (BNB) apresentou, nesta quinta-feira, 7, na bolsa de valores B3, em São Paulo, as previsões de investimento de R$ 11 bilhões em infraestrutura em 2024, as oportunidades de negócios e, também, o escritório de apoio técnico a projetos de Parcerias Públicas-Privadas (PPP).

Segundo o diretor de Planejamento do BNB, José Aldemir Freire, o país está iniciando um bom momento para novos investimentos. "Os recursos estão voltando ao mercado e diversas oportunidades na área de atuação do Banco estão surgindo, a exemplo das ferrovias Nova Transnordestina e as linhas de integração, os portos de Pecém, Suape, Salvador, Aratu e o novo Porto Sul e, principalmente, em saneamento básico", afirma.

A apresentação foi feita durante o Fórum Infraestrutura Cidades e Investimentos, realizado pela revista Exame e B3, em São Paulo, que reuniu representantes de fundos de investimentos e financiadores de projetos, além de gestores públicos e prestadores de serviços.

De acordo com Aldemir Freire, o BNB vem executando um trabalho de diversificação de investimentos em infraestrutura. "São oportunidades que já começaram a surgir em 2023. Até o fechamento do terceiro trimestre, o Banco do Nordeste já havia contratado mais de R$ 3,3 bilhões em saneamento básico, portuário e logística. Esses segmentos responderam por 41% de todas as contratações de infraestrutura, setor que recebeu R$ 8,1 bilhões e inclui energia, combustível, comunicações, rodovias e ferrovias", afirma.

Os recursos são do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE) e servem para impulsionar os investimentos em serviços essenciais na área atendida pelo Banco do Nordeste, que inclui todos estados nordestinos e parte de Minas Gerais e Espírito Santo.

Energia
O segmento de energia continua tendo o maior peso relativo do investimento com cerca de 52%. Os projetos incluem geração e transmissão com cerca de R$ 4,2 bilhões. Os outros segmentos de infraestrutura foram comunicações (R$ 372 milhões), rodovias ou ferrovias (R$ 105 milhões) e gás natural (R$ 40 milhões).

Transporte limpo
Durante o Fórum Infraestrutura, o superintendente de Políticas de Desenvolvimento Sustentável do BNB, Irenaldo Rubens, apresentou as linhas de crédito voltadas ao financiamento de projetos de transporte com combustíveis limpos. A expectativa é que o transporte coletivo passe por uma mudança significativa nos próximos anos, o que gera oportunidade de negócios.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

  A coletiva será realizada às 11h, no auditório do Ministério da Fazenda. Prazo de entrega das declarações começa no dia 15/3 A Receita Fed...