Páginas

PROGRAMA A VOZ DA ZONA RURAL - PARA FM

segunda-feira, 15 de janeiro de 2024

Agricultora é atacada por onça-parda no Sertão de Pernambuco: "escutei minha mãe gritando com muito sangue pelo corpo

 

A vítima foi mordida na coxa e teve vários outros ferimentos causados pelo animal

Uma tarde de trabalho na roça se transformou em um episódio assustador para Maria Inez Freire Barros de Sá, uma agricultora de 58 anos, residente na comunidade Riacho do Mundé, zona rural de Carnaubeira da Penha, no Sertão de Pernambuco. No último sábado (13), a mulher foi atacada por uma onça-parda enquanto realizava suas atividades agrícolas.


O filho da vítima, George Freire, relatou que sua mãe estava sozinha na plantação de capim quando o animal se aproximou e a atacou, causando ferimentos nas pernas e braços. "Escutei a minha mãe gritando, vi ela com muito sangue pelo corpo. Achei que ela tinha se cortado com alguma faca ou que uma cobra teria picado ela, quando ela me disse que foi atacada por uma onça. Ela viu o animal. Vimos o rastro dele pelo mato também," disse George.


A agricultora foi socorrida para o Hospital Coronel Álvaro Ferraz, em Floresta, e posteriormente transferida para o Hospital Professor Agamenon Magalhães, em Serra Talhada, também no Sertão. De acordo com a direção do hospital, Maria Inez deu entrada com arranhões e uma mordida na coxa esquerda, recebendo os primeiros atendimentos, curativos e o soro antirrábico, sendo liberada após a assistência médica.

Moradores da região rural de Carnaubeira da Penha relatam que a onça-parda têm sido vista com frequência, resultando na morte de animais como bois, vacas e bodes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Balanço: 12 pessoas assassinadas durante 24 horas em Pernambuco; um homicídio aconteceu em Caruaru

  Homicídio em Caruaru – Foto: Edvaldo Magalhães/Rádio Liberdade A violência em Pernambuco parece não ter freio. Nesta quarta-feira (21), ma...