Páginas

PROGRAMA A VOZ DA ZONA RURAL - PARA FM

quarta-feira, 31 de janeiro de 2024

BNB alcança recorde histórico em 2023 com R$ 58 bilhões aplicados na economia regional

 

Presidente Paulo Câmara apresenta resultados operacionais do BNB em 2023

Financiamentos realizados pelo Banco cresceram 27 % em relação ao ano anterior
 

O presidente do Banco do Nordeste, Paulo Câmara, destacou hoje os resultados operacionais alcançados pela instituição em 2023, ressaltando o recorde histórico de contratações no valor de R$ 58,4 bilhões. O anúncio foi feito em evento realizado na sede do BNB, em Fortaleza, que reuniu lideranças políticas e empresariais, além de representantes dos setores produtivos, para detalhar os financiamentos realizados pelo Banco no ano passado.

“As contratações representam um aumento de 27% em relação ao exercício anterior e evidenciam a confiança dos empreendedores em investir na região. Esses números refletem nosso compromisso com o desenvolvimento regional e a promoção de iniciativas que impulsionam todos os setores da economia", destacou o executivo.

Exclusivamente com recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE), as operações totalizaram R$ 43,67 bilhões, demonstrando a eficácia do banco no uso de seu principal funding. O crescimento nas aplicações dos recursos do fundo foi de 35% em comparação com as operações de 2022. Com essa fonte, o BNB aplicou R$ 17,78 bilhões no segmento rural, R$ 11,97 bilhões em infraestrutura, R$ 10 bilhões em comércio e serviços, e R$ 2,62 bilhões em indústrias.

Para o Semiárido, região prioritária da Política Nacional de Desenvolvimento Regional (PNDR), o Banco destinou R$ 28 bilhões, o que corresponde a 64,19% do total financiado.

Prioridade para os pequenos

“O compromisso do Banco do Nordeste em contribuir com a geração de ocupação e renda em sua área de abrangência foi demonstrado pelos investimentos destinados a micro e pequenas empresas, totalizando R$ 5,82 bilhões, com mais de 44 mil operações de crédito realizadas”, acrescentou Câmara.

Outra demonstração do foco do BNB nos pequenos empreendedores foi o valor liberado por meio de seus programas de microcrédito, Crediamigo (urbano) e Agroamigo (rural). Líderes do segmento na América Latina, eles atingiram um desembolso de R$ 16 bilhões em 2023. Juntos, os programas realizam 16,6 mil operações por dia.

Responsável por mais de 90% dos contratos do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) em sua área de atuação, o Banco do Nordeste realizou 600 mil operações com agricultores familiares no ano passado, liberando R$ 6,6 bilhões para esses empreendedores.

Impactos econômicos

Paulo Câmara ressalta que ao impulsionar a economia regional, o Banco do Nordeste contribuiu para a geração e manutenção de 1,9 milhão de empregos, um aumento de R$ 14,31 bilhões na massa salarial e R$ 8,18 bilhões na arrecadação tributária. A estimativa é do Escritório Técnico de Estudos Econômicos (Etene), do BNB.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Impacto Devastador da CPI nas Pretensões Políticas de Capilé

  Santa Cruz do Capibaribe - A recente conclusão da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Reforma da Câmara em Santa Cruz do Capibaribe...