Páginas

PROGRAMA A VOZ DA ZONA RURAL - PARA FM

terça-feira, 26 de junho de 2018

Sob pressão, Argentina tem nesta terça-feira, jogo decisivo contra Nigéria

Foto: Alejandro Pagni/AFP
O drama da Argentina terá um capítulo decisivo nesta terça-feira (26) na Copa do Mundo. A partida contra a Nigéria poderá ser a última do time e marcar o fim de uma geração talentosa, mas que nunca ganhou nada. Mais cedo, será conhecido o  segundo classificado do grupo C. A França já está garantida nas oitavas.
Dinamarca x França – 11h, Moscou
Austrália x Peru – 11h, Sochi
A França está garantida nas oitavas de final e basta um empate para garantir a primeira colocação do grupo C. Para a Dinamarca, um empate também é lucro. Com 4 pontos, basta apenas mais um para ir à próxima fase. O técnico dinamarquês, Age Hareide, pregou o equilíbrio do time durante toda a partida.
“Nós realmente queríamos vencer a Austrália e, portanto, concedemos mais espaço a eles do que queríamos. Contra o Peru e a Austrália não controlamos a bola muito bem no último terço do jogo e isso temos que corrigir. Precisamos ser muito mais equilibrados contra a França”, disse Age.
O técnico francês Didier Deschamps não definiu o time que enfrenta a Dinamarca. “Eu tenho opções, então verei a situação de cada jogador, os cartões amarelos e como eu posso administrar o tempo de jogo deles”, explicou.
Aos australianos, só a vitória interessa. Com 1 ponto conquistado, precisam vencer e torcer por uma vitória francesa no outro jogo para continuarem no Mundial.
Nigéria x Argentina – 15h, São Petersburgo
Islândia x Croácia – 15h, Rostov
O  fim do sofrimento argentino só depende dele, o time comandado por Jorge Sampaoli e liderado em campo por Messi. Depois de uma derrota incontestável contra a Croácia, os argentinos precisam juntar os cacos e vencer a Nigéria. Além da vitória, deverão torcer por um tropeço da Islândia. Caso argentinos e islandeses vençam seus jogos, a classificação será do time que tiver melhor saldo de gols.
À Nigéria, um empate só garante a classificação se a Islândia não vencer a Croácia. Contra os próprios islandeses, os africanos foram eficientes nos contra-ataques. A tendência é de que esse artifício seja novamente explorado contra a defesa lenta da Argentina.
A Islândia também luta por classificação e, segundo o técnico Heimir Hallgrimsson, o time não tem nada a perder hoje. “Não temos nada a perder neste jogo. Vamos dar tudo de nós e esperamos ter uma performance que orgulhe nossa nação. A Croácia é provavelmente um dos melhores times até agora. Se continuarem a jogar desta maneira, eles podem chegar até a final” afirmou.
Com Agência Brasil
POR:  KLEBSON WANDERLEY EM 26 DE JUNHO DE 2018

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Mecânico é morto a tiros em plena luz do dia no bairro Boa Esperança, em Brejo da Madre de Deus

  Mais um crime de morte aconteceu no bairro Boa Esperança, em Brejo da Madre de Deus, no Agreste de Pernambuco. Nesta terça-feira, 23 de ab...