Páginas

PROGRAMA A VOZ DA ZONA RURAL - PARA FM

quinta-feira, 7 de dezembro de 2023

Especialista aponta meios para solucionar déficit hídrico no Agreste de Pernambuco

O Agreste de Pernambuco enfrenta desafios significativos relacionados ao déficit hídrico, uma problemática que impacta diretamente a vida da população e a atividade agrícola na região, no qual se tem o pior balanço hídrico brasileiro, indicando que a quantidade de chuvas não é o bastante para suprir as necessidades da população. Uma abordagem crucial para enfrentar o déficit hídrico no Agreste de Pernambuco é a implementação de tecnologias e práticas de gestão sustentável da água.

Além disso, investir em programas de conscientização sobre o uso responsável da água é fundamental. “Há abordagens para enfrentar a escassez de água, sendo uma delas a implementação de novas barragens, açudes e cisternas, que permitem o armazenamento e a captação de água durante períodos de chuva, para uso posterior em momentos de escassez, visando assegurar a sustentabilidade hídrica na região”, explicou Sabrina Corrêa, engenheira especialista em recursos hídricos e docente do UniFavip Wyden.

Durante períodos extensos de seca, as barragens enfrentam desafios significativos, como exemplificados pelo colapso do reservatório de Jucazinho. Iniciativas como a transposição das águas do Rio São Francisco emergem como uma alternativa para incrementar a produção hídrica, perspectiva que se torna iminente com a conclusão da adutora do Agreste.

Recentemente, a Governadora Raquel Lyra visitou a Barragem Serro Azul, que retornará das obras da Barragem Panelas II, no qual irá melhorar o abastecimento de água de toda a Zona da Mata Sul, beneficiando 1 milhão de pernambucanos. Portanto, é fundamental promover políticas públicas que incentivem práticas sustentáveis, ofereçam suporte técnico aos agricultores e estimulem investimentos em tecnologias verdes.

Desta forma, a solução para o déficit hídrico no Agreste de Pernambuco demanda uma abordagem abrangente, que envolva a combinação de tecnologias inovadoras, práticas sustentáveis, conscientização da população e políticas públicas eficazes. A busca por soluções integradas e sustentáveis é fundamental para enfrentar os desafios relacionados à água e garantir um futuro mais resiliente para a região.

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Balanço: 12 pessoas assassinadas durante 24 horas em Pernambuco; um homicídio aconteceu em Caruaru

  Homicídio em Caruaru – Foto: Edvaldo Magalhães/Rádio Liberdade A violência em Pernambuco parece não ter freio. Nesta quarta-feira (21), ma...