Páginas

PROGRAMA A VOZ DA ZONA RURAL - PARA FM

terça-feira, 26 de dezembro de 2023

Por que se comemora o Natal na véspera? Entenda o motivo pelo qual a ceia de Natal é realizada no dia 24 de dezembro

 A resposta para esta pergunta vem com uma pequena dose de história do Cristianismo, do Judaísmo e até de práticas consideradas pagãs

Anualmente, famílias do mundo todo se reúnem ao redor da mesa para ceiar e se confraternizar juntos no Natal.

Em muitos países, como o Brasil, este momento de união e troca de presentes acontece, geralmente, no dia 24 de dezembro. No entanto, a data oficial para a celebração do nascimento de Jesus é um dia depois, 25 de dezembro.

Então, por que realizamos a ceia natalina e celebramos o Natal na véspera e não no dia de fato? Continue lendo a matéria para entender.

POR QUE SE COMEMORA O NATAL NA VÉSPERA?

A resposta para esta pergunta vem com uma pequena dose de história do Cristianismo, do Judaísmo e até de práticas consideradas pagãs.

A celebração do Natal na véspera, ou seja, na noite de 24 de dezembro, tem suas raízes em diversas tradições históricas e culturais. Uma das principais razões está ligada à maneira como os dias eram tradicionalmente contados em algumas culturas antigas.

Na tradição judaica, por exemplo, o dia era considerado como começando ao pôr do sol. Essa tradição foi herdada pelo cristianismo primitivo, influenciando o início dos dias litúrgicos cristãos.

Segundo a liturgia cristã, durante o período conhecido como Advento, que se estende do dia 27 de novembro até às 23h59 do dia 24 de dezembro, era comum observar o jejum rigoroso de carnes vermelhas como um símbolo de devoção religiosa em celebração ao nascimento de Jesus.

Dessa forma, na mesa do dia 24, uma bela ceia, incluindo carnes, era preparada para que os fiéis pudessem desfrutar e comemorar, encerrando o jejum após a Missa do Galo, que é uma cerimônia católica na meia-noite de Natal, honrando o nascimento de Jesus, ligada à tradição de um galo cantando.

Assim, a celebração do Natal começava na véspera, com as festividades iniciando no período da noite, marcando simbolicamente o início do dia de acordo com essa tradição de contagem de tempo.

SOLSTÍCIO

Além disso, há influências históricas e culturais, como a incorporação de elementos de celebrações pagãs de solstício de inverno em algumas regiões, que celebravam a chegada de dias mais longos após o solstício, muitas vezes marcando o início de festivais ou comemorações na véspera, o que coincidiu e se mesclou com as celebrações cristãs do Natal ao longo do tempo.

Essas tradições variam de acordo com diferentes regiões e práticas culturais, mas em geral, a celebração na véspera do Natal se tornou uma prática estabelecida ao longo dos séculos, marcada por uma mistura de influências culturais e religiosas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Lero empossa novo secretário de Articulação Governamental de Taquaritinga do Norte

  O Prefeito de Taquaritinga do Norte, Ivanildo Mestre “Lero”, nomeou o novo Secretário de Articulação Governamental, Eberton Nunes de Souza...