Páginas

PROGRAMA A VOZ DA ZONA RURAL - PARA FM

sábado, 20 de janeiro de 2024

"Lázaro de Pernambuco": Indivíduo que estuprou e matou mulher é condenado a mais de 43 anos de prisão

 


Edson Cândido Ribeiro, acusado de ter matado duas mulheres em Glória do Goitá, na Zona da Mata de Pernambuco, foi condenado a 43 anos e oito meses de prisão em regime fechado, em julgamento nesta quarta-feira (17), presidido pelo juiz da Vara Única de Glória do Goitá, Gabriel Araújo Pimentel. O júri popular levou em consideração apenas o caso que teve a estudante Jailma Muniz da Silva como vítima, à época com 19 anos.

Os jurados acataram integralmente a tese do Ministério Público de Pernambuco (MPPE), condenando o homem por estupro, furto e homicídio triplamente qualificado, sendo as qualificadoras: motivo torpe, meio cruel e utilização de recurso que impossibilitou a defesa da vítima.

Jailma foi estuprada e morta em janeiro de 2022, quando saiu de casa para levar alimentos e café para a mãe e o irmão, que estavam trabalhando em uma área de lavoura do Sítio Cueiras. Ela fazia esse percurso diariamente.

Há a suspeita de que no mesmo dia, Edson Cândido Ribeiro tenha tentado estuprar outras duas mulheres nas áreas próximas, antes de encontrar Jailma.

O corpo da vítima foi achado sem vida, com marcas de ferimentos por arma branca, em uma área de mata e difícil acesso.

“Lázaro de Pernambuco”
Edson Cândido Ribeiro se entregou à polícia depois de oito dias de buscas. Foi formada uma megaoperação entre policiais e moradores da região. As buscas foram reforçadas com helicópteros, drones e sensor de calor.

Por conta disso, o homem foi apelidado de “Lázaro de Pernambuco”, em alusão ao caso envolvendo o assassino em série Lázaro Barbosa de Sousa, morto em um cerco policial, após ser procurado pelas autoridades por 20 dias, em Goiás. No mês de junho de 2021, o homem matou quatro pessoas da mesma família em uma chácara na região administrativa de Ceilândia, no Distrito Federal (DF).

Participaram das buscas por Lázaro equipes das polícias Civil e Militar de Goiás e do Distrito Federal, da Polícia Federal (PF), da Polícia Rodoviária Federal (PRF), da Diretoria Penitenciária de Operações Especiais (DF) e do Corpo de Bombeiros Militar de Goiás (CBMGO).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Impacto Devastador da CPI nas Pretensões Políticas de Capilé

  Santa Cruz do Capibaribe - A recente conclusão da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Reforma da Câmara em Santa Cruz do Capibaribe...