Páginas

PROGRAMA A VOZ DA ZONA RURAL - PARA FM

sábado, 20 de janeiro de 2024

Policiais e ex-policial suspeitos de peculato e falsificação de documento público são alvo de operação em Pernambuco e na Paraíba

 Operação OffSide foi deflagrada, nesta sexta (19), pela Polícvia Civil. Outra ação cumpiu mandados de prisão contra organização que praticava homicídios no Sertão pernambucano


Joias, celulares e armas foram apreendidos (Foto: Polícia Civil)

Duas operações foram deflagradas pela Polícia Civil de Pernambuco, na manhã desta sexta (19), no Estado e na Paraíba.

A primeira delas é a Operação Offside, que envolve tem como alvo policiais civis e um ex-policial civil.

A ação desarticulou uma associação criminosa envolvida em peculato, quando o servidor público usa o cargo para obter vantagens, e falsificação de documento público.

São cumpridos nove mandados de busca e apreensão domiciliar.

Todos foram expedidos pela Vara dos Crimes contra a Administração Pública e a Ordem Tributária de Recife.

Esses mandados foram cumpridos no Recife, em Camaragibe, na Região Metropolitana, em Vitória de Santo Antão, na Zona da Mata, e em João Pessoa (PB).

Essa é a 3ª Operação de Repressão Qualificada do ano.

A ação é vinculada à Diretoria Integrada Especializada (diresp), sob a presidência dos
Delegados Ivaldo Pereira, Jorge Pinto e José Tenório, respectivamente Titular e Adjuntos do Grupo de Operações Especiais (GOE).

Essa é uma unidade integrante do Departamento de Repressão à Corrupção e ao Crime Organizado (Dracco).

A investigação foi iniciada em abril de 2022.

Participaram 90 policiais civis, entre delegados, agentes e escrivães.

As investigações foram assessoradas pela Diretoria de Inteligência da Polícia Civil de
Pernambuco e pelo Laboratório de Lavagem de Dinheiro – LAB/PCPE.

Houve apoio operacional da Corregedoria Geral da Secretaria de Defesa Social e da Polícia Civil da Paraíba (PCPB).

Imagens divulgadas pela polícia pernambucana mostram armas, joias e celulares apreendidos.

Todo o material foi levado para a sede do GOE, no Cordeiro, no Recife.

Tentáculos

Também nesta sexta, a polícia realizou a operação Três Tentáculos, a quarta ação de repressão qualificada do ano.

Ela aconteceu no interior do Estado.

A investigação foi iniciada em janeiro de 2023, com o objetivo de identificar e desarticular organização criminosa voltada à prática dos crimes de homicídio e tráfico de drogas.

Foram cumpridos cinco mandados de prisão e três de busca e apreensão domiciliar.

Todos foram expedidos pela Vara do Tribunal do Júri da Comarca de Petrolina, no Sertão.

Houve mandados cumpridos em Petrolina e em Juazeiro, na Bahia. Participaram 20 policiais civis, entre delegados, agentes e escrivães.

As investigações foram assessoradas pela Diretoria de Inteligência da Polícia Civil de Pernambuco, contando ainda com o apoio operacional da Polícia Civil do Estado da Bahia (PCBA).


Diario de Pernambuco

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Balanço: 11 pessoas são assassinadas durante 24 horas em Pernambuco

  Foto: Beto DLC/JC Imagem Registrados 11 homicídios nesta segunda-feira (04) em Pernambuco, sendo 5 no Grande Recife e 6 no interior. Neste...