Páginas

PROGRAMA A VOZ DA ZONA RURAL - PARA FM

terça-feira, 6 de fevereiro de 2024

Acusado de assassinar proprietário de ferro velho em Santa Cruz do Capibaribe é condenado a mais de 26 anos de prisão

 

Estabelecimento da vítima funcionava entre o distrito de Pão de Açúcar e Toritama

Foto: Ademilton Silva / Blog da Polo

Nesta segunda-feira (5) o acusado de assassinar o comerciante José Adriano da Silva, mais conhecido como “Zé do Ferro Velho”, de 35 anos, que foi morto após ter sido baleado numa tentativa de assalto no dia 4 de setembro de 2023, em Santa Cruz do Capibaribe, foi condenado a 26 anos e oito meses de prisão em regime inicialmente fechado. O réu foi condenado pelos crimes de latrocínio e roubo.

À época do crime, câmeras de monitoramento registraram o caso. Os elementos estavam cometendo assaltos nas imediações de um restaurante no bairro São José e em determinado momento roubaram uma motocicleta e seguiram Zé do Ferro Velho, que ocupava uma Parati de cor prata. Ao perceber a tentativa do crime, ele acelerou o veículo contra os meliantes, que atiraram e atingiram o popular.

Após ser baleado, o homem chegou a dirigir o carro por cerca de 3 quilômetros e caiu nas proximidades da Praça de Alimentação, às margens da PE-160. Segundo testemunhas, ele teria aberto a porta e tombou sem vida.

Foto: Ademilton Silva / Blog da Polo

De acordo com as investigações, no dia do crime o acusado José Josefa Nunes da Silva Alves, que estava com outros dois comparsas armados, chegaram a seguir o veículo para praticar o crime de assalto contra o popular, que estava com o carro carregado de confecções. O acusado acima citado foi preso no dia seguinte ao crime no loteamento Maria Vieira II, quando chegava na casa de familiares.

José Josefa Nunes da Silva Alves foi preso no dia seguinte ao crime – Foto: Ademilton Silva / Blog da Polo

No julgamento, o acusado confessou que participou do assalto que culminou na morte do comerciante, mas negou ser o autor dos disparos.

A maioria do júri decidiu pela condenação do acusado, que teve o direito de recorrer em liberdade negado na sentença.


Do Blog da Polo 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Impacto Devastador da CPI nas Pretensões Políticas de Capilé

  Santa Cruz do Capibaribe - A recente conclusão da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Reforma da Câmara em Santa Cruz do Capibaribe...