Páginas

PROGRAMA A VOZ DA ZONA RURAL - PARA FM

quarta-feira, 6 de março de 2024

Data Magna: conheça história

 

História

O feriado foi instituído em memória ao movimento inspirado por ideais iluministas de liberdade, igualdade e justiça, que tornou o estado de Pernambuco uma nação independente por 75 dias, no ano de 1817.

Desde a chegada da família Real Portuguesa ao Brasil, em 1808, as tributações sobre as capitanias aumentaram para manter os luxos da monarquia.

Pernambuco era o principal produtor de açúcar e algodão do país, mas suas riquezas eram todas convertidas em impostos para manutenção da Corte no Rio de Janeiro sem o retorno para a capitania em investimentos de melhorias.

Existia também um crescente descontentamento com o absolutismo da monarquia portuguesa. Para aumentar o clima de tensão vivido à época, no ano da Revolução,1817, tiveram vários problemas na produção de alimentos, devido a uma grande seca, que gerou aumento nos preços dos alimentos e a uma crise de abastecimento de produtos.

Para George Cabral, professor do Departamento de História da Universidade Federal de Pernambuco e membro efetivo do Instituto Arqueológico, Histórico e Geográfico Pernambucano e da Academia Pernambucana de Letras, esses foram os fatores necessários para o início da Revolução.

Em 6 de março de 1817, uma denúncia de rebelião chegou ao governador Caetano Pinto, levando à prisão de líderes revolucionários. No entanto, a situação mudou quando o capitão José de Barros Lima matou o brigadeiro português Manoel Barbosa, desencadeando uma revolta que resultou na união de quatro estados nordestinos sob o nome de Pernambuco.

A revolta persistiu por mais de dois meses até ser reprimida, levando à condenação à morte de vários líderes, incluindo o capitão José de Barros Lima. O governo português buscou uma punição exemplar para desencorajar futuros levantes, resultando em execuções brutais e a redução do território de Pernambuco como punição adicional.

O feriado da Data Magna prevê atividades solenes, como o hasteamento da bandeira de Pernambuco e a colocação de flores no Monumento aos Revolucionários, além da realização anual de uma reunião solene na Assembleia para entrega da Medalha do Mérito Democrático e Popular Frei Caneca.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Deputado Abimael Santos é membro da Frente Parlamentar em Defesa da Indústria

 No dia 8 de abril, a Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) deu um passo histórico ao oficializar os trabalhos da Frente Parlamentar ...