Páginas

sexta-feira, 22 de junho de 2018

Brasil faz dois nos acréscimos, em vitória sofrida sobre a Costa Rica

Milhões e milhões de gargantas desentalaram nos acréscimos. O grito de gol veio à boca inúmeras vezes, mas parou no travessão, parou em Keylor Navas, parou numa rara má pontaria de Neymar, parou até no VAR, que anulou pênalti em cima do camisa 10. Quando o empate era uma realidade dura, Philippe Coutinho apareceu para concluir na grande área e fazer o Brasil respirar na Copa do Mundo. Respirar, tocar, tocar, tocar, dar olé e esperar o segundo, de Neymar, para o jogo poder acabar.
Ao apito final se seguiram muitas lágrimas do atacante, ainda longe das condições ideais, mas sem um enorme peso nos ombros. Agora com quatro pontos, o Brasil vai decidir seu futuro contra a Sérvia, na próxima quarta-feira. Poderá passar em primeiro, em segundo ou nem avançar. Depende de outros resultados. Mas o futuro clareou após os gols no fim.

Do Didi Galvão

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Cinco vereadores são afastados por suspeita de integrar esquema de 'funcionários fantasmas' em Pernambuco

Policiais civis cumprem mandados de busca e apreensão em operação que tem como um dos alvos a Câmara de Vereadores do Cabo de Santo Agost...

Matérias mais vistas