Páginas

sexta-feira, 8 de junho de 2018

FUTEBOL AMADOR DO BREJO DA MADRE DE DEUS É DESTAQUE NO GLOBO ESPORTE

 O Futebol Amador do Brejo da Madre de Deus, graças aos investimentos realizados pela Prefeitura Municipal e o empenho da Diretoria de Esportes do município, vem crescendo e foi destaque em reportagem do Globo Esporte que fala sobre o grande clássico que acontece no próximo domingo (10) no Estádio Valdomiro Silva, entre Estrela e Peñarol. Clique no link: https://globoesporte.globo.com/pe/caruaru-regiao/noticia/classico-do-interior-de-pe-penarol-x-estrela-ganha-documentario-e-novo-capitulo.ghtml
CLÁSSICO DO INTERIOR DE PE, PEÑAROL X ESTRELA GANHA DOCUMENTÁRIO E NOVO CAPÍTULO
 Você já ouviu falar no clássico Peñarol x Estrela? Não? O maior clássico de futebol amador do Brejo da Madre de Deus, no Agreste de Pernambuco, virou documentário e vai ganhar um novo capítulo. Após sete anos, as equipes vão se enfrentar neste domingo, às 17h, no Estádio Valdomiro Silva.
 A rivalidade histórica começou no fim dos anos 90 no campeonato local. Helds Alexandre, presidente do Estrela e ex-jogador, explica a importância do jogo e o início da disputa.
 “Já joguei muitos campeonatos pela região e esse duelo é o mais acirrado do interior de Pernambuco. O Peñarol era um time tradicional, que já existia. Já o Estrela foi formado por meninos de rua, que não tinham pretensão de bater de frente com eles. Mas, jogaram muita bola e a rivalidade começou. Hoje, a cidade se divide entre os dois times”.
 São esperadas mais de duas mil pessoas na partida de domingo. O jogo é válido pela quarta rodada da fase de grupos do campeonato brejense de futebol. No último confronto, em 2011, o Estrela venceu o Peñarol por 4 a 2 na semifinal da competição. No histórico, nenhuma das equipes sabe ao certo quem ganhou mais.
 Para Paulo Henrique, diretor de futebol do Peñarol e ex-atleta, o confronto é mais importante que todo o campeonato.
 “O jogo é um espetáculo à parte. Vencer o jogo é mais importante do que ser campeão. Se ganharmos deles e perdermos o campeonato, estamos satisfeitos. Esse é o mesmo sentimento deles [do Estrela]. Sem uma das equipes a competição não tem graça. A cidade inteira para pra assistir”.

 Para resgatar a história, a Brejo TV produziu o documentário "O Clássico", que tem depoimentos de ex-jogadores das equipes, torcedores e dirigentes, além de imagens históricas do confronto. Roteiro, direção, edição e imagens são de Silvio Queiroz e Edvaldo Siqueira.
 De acordo com Edvaldo Siqueira, um dos idealizados do projeto "O Clássico", o duelo transcende as quatro linhas.
 “Esse jogo para o brejense vai além do esporte. Ele traz uma questão cultural muito forte, desde a criação das equipes e até por motivos demográficos. O Peñarol foi fundado na "parte alta" e o Estrela na "parte baixa". Foi se criando essa rivalidade com campeonatos marcantes para o povo. Infelizmente essas equipes passaram um tempo sem se enfrentar. Estamos tentando reacender a importância do jogo para a nossa cidade.
 Os times se reforçaram para o grande encontro. O Peñarol contratou jogadores profissionais como os atacantes Grafite (ex-Central), Miller (ex-Pesqueira) e Lelo (Vitória-PE), os meias Aruá (ex-Flamengo de Arcoverde) e Tarcísio (ex-Porto, Belo Jardim e Afogados), e o zagueiro Fabinho (ex-Vitória-PE).
 Do outro lado, o Estrela trouxe os atacantes Paulista (ex-Porto) e Ila (ex-Guarani-CE), os volantes Luciano Totó (ex-Naútico) e Lismar (ex-Náutico e Ypiranga-PE), o meia Marcelinho (ex-Flamengo de Arcoverde) e o goleiro Geday (ex-Pesqueira e Ypiranga-PE).
Blog do Wilsinho do Pará - Fonte: Assessoria

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Santa Cruz inicia novas matrículas para o EJA na próxima semana

  Iniciativa auxilia cidadãos acima dos 15 anos a concluírem o ensino fundamental Começando a partir do próximo dia 11 de julho, a Secretari...

Matérias mais vistas