Páginas

sábado, 21 de julho de 2018

Após polêmicas e acusações de desvio de dízimos, Igreja Assembleia de Deus de Pernambuco se posiciona


Foto: Divulgação
Foi divulgado na última quarta-feira (18), na fanpage oficial da Igreja Assembleia de Deus em Pernambuco – IADPE, um vídeo onde aparece falando o Pr. Ailton José Alves Júnior, filho do presidente do ministério, o Pr. Ailton José Alves, onde na ocasião o mesmo trata de recentes polêmicas envolvendo o nome da referida igreja.

O pronunciamento se deu após meses de uma polêmica que levantou dúvidas sobre o comportamento da entidade pastoral que rege os trabalhos da Assembleia de Deus em todo o estado de Pernambuco. Na ocasião, um grupo de pessoas questionou a direção regional sobre supostos desvios de dízimos para aquisição de bens próprios, o que neste caso iria de contra os interesses dos fiéis.

Na ocasião, circulou ainda em março um vídeo produzido por um homem que se diz membro da igreja, onde na oportunidade o mesmo questionou ambos os pastores citados sobre o suposto recebimento de salários que ultrapassavam os R$ 100.000,00 (cem mil reais) e R$ 50.000,00 (cinquenta mil reais), além da compra de mansões, fazendas e apartamentos em nome dos líderes religiosos.

A direção da igreja foi ainda acusada de manipular a membresia quanto ao período eleitoral, já que anteriormente o gestor maior havia ressaltado que não pretendia se envolver com política e posteriormente indicou dois membros da IADPE para que disputassem cargos públicos, sendo estes Pr. Eurico e Pb. Adalto, eleitos com as maiories votações da época e reeleitos posteriormente.

A resposta


Em declaração, Ailtonuniz Júnior afirmou que o conteúdo apresentado, incluindo um contra-cheque, seriam falsos e forjados para comprometer o nome da igreja perante a sociedade. O mesmo ressaltou ainda que esteve em reunião com o presidente geral das Assembleias em Pernambuco e o mesmo pediu para que a mensagem fosse transmitida aos fiéis.

Além de se defender das acusações, Ailton Jr. sustentou que a IADPE está entrando com processos contra o grupo que iniciou as acusações contra a entidade. Segundo o mesmo, foi praticado inclusive crime de falsificação de documento.

Do Bruno Muniz

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Homem não tem amor correspondido e mata jovem a facadas no interior do Ceará

Jovem tinha recebido presentes de irmão do padrasto no dia do seu aniversário no Ceará. — Foto: Arquivo Pessoal Uma mulher foi assassina...

Matérias mais vistas