Páginas

quinta-feira, 12 de julho de 2018

Em Pernambuco: uma aliança ainda distante

Aline Moura – Diario de Pernambuco
Pré-candidata ao governo do Estado pelo PT, a vereadora Marília Arraes afirmou, ontem, que não apoiará o governador Paulo Câmara (PSB) caso o PT nacional decida fazer uma aliança no Estado com o PSB, a quem faz oposição. Marília deu a declaração após acompanhar a entrevista da presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, que veio ao Recife ontem para se reunir com a executiva do PT estadual e se encontrar, hoje, com o governador.
“Não serei incoerente com o que eu defendo, ela sabe desse posicionamento”, declarou a vereadora. 
Marília admitiu, ainda, que sua candidatura só não se consolidará caso o PSB nacional decida apoiar Lula, repetindo o que foi explicado por Gleisi num encontro que durou mais de duas horas, na sede do PT estadual.
“O que nos dá esperança é que (a nossa pré-candidatura) não está no varejo, não está no plano local, mas no plano nacional. A gente fica mais à vontade dessa forma”, avaliou a pré-candidata, logo após acompanhar Gleisi falando sobre as pretensões de aliança nacional entre o PT e o PSB, que também mantém, paralelamente, as negociações com o presidenciável Ciro Gomes (PDT).

Do Magno Martins

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Cinco vereadores são afastados por suspeita de integrar esquema de 'funcionários fantasmas' em Pernambuco

Policiais civis cumprem mandados de busca e apreensão em operação que tem como um dos alvos a Câmara de Vereadores do Cabo de Santo Agost...

Matérias mais vistas