Páginas

domingo, 14 de outubro de 2018

CONFIRA O NÚMERO DE VOTOS DOS CANDIDATOS QUE RESIDEM NA REGIÃO

 Pelo menos 14 candidatos que residem em Santa Cruz do Capibaribe, Toritama, Taquaritinga do Norte e Brejo da Madre de Deus, todas localizadas no Agreste de Pernambuco, disputaram cargos de deputado estadual, deputado federal e vice-governador na eleição do último domingo.
 Mais da metade dos candidatos residem na cidade de Santa Cruz do Capibaribe (oito deles), enquanto outros quatro são do Brejo da Madre de Deus. Apenas Alessandra Vieira e Diogo Moraes obtiveram êxito e foram eleitos deputados estaduais.

Alessandra Vieira (PSDB) – A primeira dama de Santa Cruz do Capibaribe, esposa do prefeito Edson Vieira (que já foi deputado estadual de 2003 à 2012) foi candidata pela primeira vez e obteve em todo estado uma expressiva votação de 45.115 votos.

Diogo Moraes (PSB) – O deputado foi reeleito com 50.188 votos e cumprirá seu terceiro mandato na Assembleia Legislativa de Pernambuco (ALEPE) aonde atualmente acumula a função de 1º Secretário da Casa Joaquim Nabuco. Diogo é filho do ex-deputado estadual Oséas Moraes e disputou sua primeira eleição em 2008 para o cargo de vereador em Santa Cruz aonde foi eleito.

Tallys Maia (Avante) – O jovem advogado é filho do ex-prefeito de Santa Cruz do Capibaribe e ex-deputado federal José Augusto Maia, bem como irmão do atual vereador da Capital da Moda, Augusto Maia. Ele foi candidato pela primeira vez, mas não obteve êxito ao tentar conquistar uma das vagas de deputado estadual de Pernambuco. Tallys Maia obteve apenas 11.713 votos.

Cleiton Barboza (PP) – O empresário santa-cruzense disputou a terceira eleição, mas com apenas 1.828 votos não teve sucesso na tentativa de chegar a Assembleia Legislativa. Cleiton foi candidato a primeira vez em 2012 quando concorreu à Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe e ficou na terceira colocação. Barbosa concorreu ainda o cargo de vice-prefeito em 2016, mas também não conseguiu ser eleito.

Fofão (PSC) – Atual vereador na cidade de Toritama, o Socialista Cristão tentou voos mais altos e apesar de ser majoritário na Capital do Jeans, obteve somente 6.893 votos no estado e não conseguiu ser eleito deputado estadual.

Josevaldo Cowboy (PTB) –Disputando pela quinta vez cargos eletivos, o atual vice-prefeito da cidade de Brejo da Madre de Deus também não conseguiu uma vaga na Assembleia Legislativa, já que em todo o estado obteve apenas 4.794 votos. O Petebista foi candidato a primeira vez ao cargo de vereador em 2004, sendo reeleito em 2008 e 2012. Em 2016 conseguiu se eleger ao cargo de vice-prefeito no município localizado no Agreste Central do Estado.

Aline Correa (PR) – Ex-deputada federal pelo estado de São Paulo por dois mandatos, filha do ex-deputado federal Pedro Correa (que cumpriu pena por envolvimento no escândalo do Mensalão e atualmente preso na operação Laja-Jato), é irmã da ex-vice-prefeito do Brejo da Madre de Deus, Clarice Correa. Aline mudou-se para Pernambuco e disputou o cargo de deputado estadual, mas também, com 12.315 votos, não conseguiu êxito em seu projeto político.

Clarice Correa (PP) – Fazendo dobradinha com a irmã Aline Correa, a ex-vice-prefeita do Brejo da Madre de Deus tentou uma vaga na Câmara Federal e obteve 6.208 votos, insuficientes para lhe garantir êxito na tentativa de uma vaga no Congresso Nacional. filha do ex-deputado federal Pedro Correa (que cumpriu pena por envolvimento no escândalo do Mensalão e atualmente preso na operação Laja-Jato), a progressista Clarice foi candidata a primeira vez em 2012 quando eleita vice-prefeita da cidade do Brejo, mas teve o mandato interrompido em Abril de 2013, quando foi cassada sob acusação de abuso de poder econômico e político na campanha eleitoral de 2012, porém, foi reconduzida ao cargo através de decisão do TSE – Tribunal Superior Eleitoral – em Agosto de 2014.

Ernesto Maia (PT) – Disputando uma das vagas de deputado federal pelo estado de Pernambuco, o Petista obteve 4.924 votos, número insuficiente para ter sucesso em seu projeto. Ernesto foi candidato pela primeira vez em 2004, sendo eleito vereador em Santa Cruz do Capibaribe. Conseguiu renovar seu mandato em 2008 e em 2012. Em 2014 tentou uma vaga de deputado estadual, mas assistiu sua primeira derrota eleitoral. Na eleição de 2016, Maia que é sobrinho do ex-prefeito e ex-deputado federal José Augusto Maia, bem como primo do atual vereador Augusto Maia, conseguiu renovar o mandato de vereador e cumpre atualmente seu quarto mandato na Câmara Municipal de Santa Cruz.

João Alfredo (PT) – Candidato pela segunda vez ao cargo de deputado federal, o Petista também não obteve êxito, conseguindo angariar apenas 2.252 votos. João Alfredo já disputou algumas vezes os cargos de vereador em Santa Cruz do Capibaribe e deputado estadual, todas elas sem sucesso.

Jaribe Carneiro - Di Nobaia (Rede) – De Santa Cruz do Capibaribe, Agreste Setentrional de Pernambuco,  foi candidato a primeira vez ao cargo de deputado federal, mas conseguiu apenas 364 votos.

Marcos da Civil (PROS) – O policial civil Marcos concorreu ao cargo de deputado federal, mas obteve apenas 777 votos. Ele foi candidato a primeira vez ao cargo de vereador em Santa Cruz do Capibaribe em 2016, mas também não obteve êxito.

Geo Caldas (PSL) – Candidato ao cargo de deputado federal, o Socialista Liberal conseguiu 4.406 votos, insuficientes para lhe garantir uma vaga na Câmara Federal. Geo Caldas foi candidato a primeira vez em 2016, quando tentou uma cadeira na Assembleia Legislativa de Pernambuco.
 Residente na cidade de Taquaritinga do Norte, Caldas é diretor/presidente da Rádio Farol FM e idealizador do projeto de transposição do Rio Amazonas para o semiárido nordestino, bandeira levantada em toda sua campanha.
 Geo é irmão do ex-deputado federal pelo estado de Alagoas, João Caldas, bem como, tio do deputado federal eleito pelo mesmo estado João Henrique Caldas.

Luciano Bezerra (Rede) –Disputando o cargo de vice-governador na chapa de Júlio Lóssio (Rede), Luciano também não conseguiu ser eleito na eleição do último domingo. Sua chapa obteve 176.492 votos, ficando na quarta colocação na disputa pelo Palácio Campo das Princesas.
 Luciano foi candidato pela primeira vez ao cargo de vereador na cidade de Santa Cruz do Capibaribe no ano de 2012, sendo eleito naquela oportunidade, entretanto, não conseguiu renovar o mandato em 2016.
Do:  Agreste Notícia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

PRF apreende adolescente com 44 pássaros silvestres em Recife

  Três aves morreram durante transporte na mala de um carro Um adolescente de 16 anos que transportava 44 pássaros silvestres foi apreendido...

Matérias mais vistas