Páginas

domingo, 21 de outubro de 2018

TSE atende Bolsonaro e barra propaganda eleitoral do PT sobre tortura


De acordo com reportagem publicada no início da noite deste sábado (20), no jornal O Estado de São Paulo, "o Tribunal Superior Eleitoral, em decisão liminar do ministro Luís Felipe Salomão, suspendeu a veiculação da peça de propaganda televisiva da coligação do candidato a presidente da República Fernando Haddad (PT) que exibe cenas de tortura e expõe fala do candidato Jair Bolsonaro como sendo favorável a essa prática.

A decisão atende a um pedido da coligação do PSL. Os advogados alegaram que a propaganda induz o eleitor a pensar que, se Bolsonaro for eleito, vai perseguir e torturar eventuais opositores políticos; dessa forma, a propaganda, segundo os advogados, estaria colocando medo e acirrando os ânimos da população promovendo confronto entre apoiadores dos dois candidatos", informa a reportagem.

Por: 247

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Anderson reforça importância da isonomia durante a eleição em visita ao MPPE

  Foto: Hermes Costa Neto/Divulgação O candidato Anderson Ferreira (PL) defendeu, nesta terça-feira (16), a garantia de condições de isonomi...

Matérias mais vistas