Páginas

PROGRAMA A VOZ DA ZONA RURAL - PARA FM

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2023

Pernambuco começa imunização bivalente contra Covid na segunda. Saiba quem poderá tomar a vacina

 Segundo a SES-PE, o quantitativo inicial será suficiente para atender a 45% da população dos grupos prioritários da Fase 1 da vacinação


Vacina bivalente da Pfizer contra a Covid-19 - Foto: Lucas Rezende/SES-PE

Começa, na próxima segunda-feira (27), a imunização bivalente contra a Covid-19 em Pernambuco. A nova vacina da Pfizer oferece proteção contra o vírus e as subvariantes ômicron. A data segue o que já havia sido divulgado anteriormente pela Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) e foi ratificada nesta sexta-feira (24). O Recife antecipou o início para esta sexta-feira, em oito locais.

O Estado iniciou, na quinta-feira (23), a distribuição de 185.430 das 194.400 doses recebidas no primeiro lote da vacina bivalente, que serão repassadas aos municípios, responsáveis pelas respectivas estratégias de aplicação. Ao todo, o Ministério da Saúde deve repassar 800.454 doses a Pernambuco.

Segundo a SES-PE, o quantitativo inicial será suficiente para atender a 45% da população dos grupos prioritários da Fase 1 da vacinação [veja todas as fases no final do texto]. Em Pernambuco, 774.446 pessoas pertencem aos grupos prioritários incluídos na Fase 1 e estão aptos a receber a vacina bivalente.

Na primeira fase, deverão ser contemplados pessoas com 70 anos ou mais; pessoas vivendo em Instituições de Longa Permanência (ILP) a partir de 12 anos, abrigados e os trabalhadores dessas instituições; imunocomprometidos; comunidades indígenas, ribeirinhas e quilombolas.

Nos próximos dias o Ministério da Saúde irá encaminhar mais doses da vacina bivalente para o Estado, de forma que será possível prosseguir com a estratégia de imunização.

O Governo do Estado explica que o andamento da campanha será feito de forma escalonada, ou seja, de acordo com as fases e grupos estipulados pelo Ministério da Saúde. Com isso, explica a gestão estadual, os municípios poderão avançar de acordo com seus estoques.

"Estudos têm mostrado que realmente há uma redução dos níveis de proteção imunobiológica contra o vírus com o passar do tempo, principalmente nas faixas etárias formadas por pessoas acima dos 60 anos de idade, em consequência, principalmente da circulação das variantes, entre elas, a ômicron. Na nova estratégia se apresenta como uma forma de ofertar nova proteção de grupos historicamente mais vulneráveis às doenças respiratórias, proporcionando a redução das formas mais graves da doença", destaca a superintendente de Imunizações do Estado, Ana Catarina de Melo.

Na primeira fase, grupos prioritários como pessoas com 70 anos ou mais poderão ser imunizadas (Foto: Lucas Rezende/SES-PE)

Quem poderá tomar a vacina
De acordo com o estipulado pelo Ministério da Saúde, essas serão as fases de grupos prioritários:

Fase 1: pessoas com 70 anos e mais; pessoas vivendo em Instituições de Longa Permanência (ILP) a partir de 12 anos, abrigados e os trabalhadores dessas instituições; imunocomprometidos; comunidades indígenas, ribeirinhas e quilombolas
Fase 2: pessoas de 60 a 69 anos de idade
Fase 3: Gestantes e puérperas
Fase 4: Trabalhadores da saúde
Fase 5: Pessoas com deficiência permanente
Fase 6: População Privada de Liberdade e adolescentes cumprindo medidas socioeducativas

Ainda não há cronograma anunciado para outros públicos. O ministério prevê, a princípio, a intensificação da vacina com o imunizante monovalente na população a partir dos 12 anos em março.

Vacina bivalente
A formulação da bivalente inclui a proteção contra a cepa original do Sars-CoV-2 e da ômicron, como também das variantes BA.4 e BA.5.

A utilização desta vacina foi autorizada no Brasil para uso como dose de reforço, podendo ser utilizada nos grupos prioritários com intervalo igual ou maior a três meses da conclusão do esquema anterior, em pessoas com 12 anos de idade e mais que façam parte dos grupos elegíveis.

Folhape

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Mecânico é morto a tiros em plena luz do dia no bairro Boa Esperança, em Brejo da Madre de Deus

  Mais um crime de morte aconteceu no bairro Boa Esperança, em Brejo da Madre de Deus, no Agreste de Pernambuco. Nesta terça-feira, 23 de ab...