Páginas

PROGRAMA A VOZ DA ZONA RURAL - PARA FM

quarta-feira, 27 de março de 2024

Saúde alerta para aumento de casos de gripe e Covid-19, na Paraíba

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) divulgou, nesta terça-feira (26), o segundo Boletim Epidemiológico de Vírus Respiratórios, com dados até 23 de março. O documento aponta um aumento de casos no registro de síndromes gripais (SG) referente à Influenza A e Covid-19, quando comparado ao mesmo período de 2023. Para os casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), 137 casos foram confirmados pelo exame RT-PCR. O órgão reforça a importância de manter as vacinas atualizadas. Para conferir o boletim completo, clique aqui.
No boletim epidemiológico, percebe-se que a maior variação, se comparado com igual período no ano passado, é na identificação de Influenza A, que apresenta 117 notificações a mais este ano.
O secretário de Saúde da Paraíba, Jhony Bezerra, afirma que o aumento de casos se dá pelo período de sazonalidade dos vírus respiratórios, mas alerta a população sobre os cuidados, em especial a imunização. O gestor lembra que a campanha de vacinação contra Influenza está acontecendo e que os grupos prioritários podem ir a uma das mais de mil salas de vacinação espalhadas por todo o estado. Reforça também a importância da população conferir se está com o reforço da dose de Covid-19 em dia. E lembra que no dia 13 de abril haverá mais um Dia D de vacinação em todo o estado.
“A vacinação é muito importante para prevenir a forma grave das doenças respiratórias. A gente sabe que há uma tendência de crescimento de casos nos meses de abril e maio, período sazonal dos vírus respiratórios, por isso a população precisa estar protegida, principalmente as crianças, os idosos e as gestantes que são o grupo de maior vulnerabilidade para hospitalização. Temos uma rede organizada e preparada para atender os casos de SRAG e um plano de contingência estruturado”, pontua.
Sobre os óbitos, até o dia 23 de março foram confirmados seis para Influenza A, todos com faixa etária acima de 59 anos e que residiam em João Pessoa, Conde, Lucena, Várzea e Alagoa Nova. Outros sete óbitos seguem em investigação.
A SES reforça que é importante lembrar os cuidados para evitar a transmissão desses vírus como manter as mãos limpas, por meio da lavagem ou do uso de álcool em gel 70%, realizar etiqueta respiratória e utilizar máscara se estiver com sintomas gripais. Além disso, é muito importante que a população mantenha seus esquemas vacinais em dia, pois é a melhor medida de proteção, evitando casos graves e ocorrência de óbitos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Redução do IPVA resulta em economia de R$ 504 milhões para motoristas pernambucanos

  A redução da alíquota do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), apresentada pelo Governo Raquel Lyra, já resulta em u...